terça, 25 de junho de 2019 - 15h33
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo

Qual foi a última boa ação que seu filho viu você fazendo?

Quando as pesquisas apontam que o maior aprendizado de uma criança é através do exemplo, que exemplo de solidariedade e generosidade estamos mostrando para nossos filhos?

01 Mai 2019 - 07h00Por Karin Petermann

Quando temos filhos nos preocupamos em transmitir valores que, ao atingirem a fase adulta, os transformem em bons cidadãos. Queremos que eles sejam melhores que nós e que tenham acessos a coisas, a viagens e a conhecimento que muitas vezes não tivemos. Criamos nossos filhos olhando a abundância de oportunidades que existe nesse mundo.

Se temos um filho, convidamos coleguinhas para lhe proporcionar momentos de convívio e compartilhamento, dessa forma aprenderá lidar com diversas situações como perder, ceder e negociar. Quando temos dois ou mais filhos, isso acontece naturalmente e com mais brigas que muitas mães gostariam. Parece muito mais instintivo exigir dos filhos mais velhos que compreendam e contornem a situação para que todos saiam ganhando. Na vida real, não funciona bem assim.

Na infância, compartilhar é algo tão familiar e que ao longo da maturidade vai se perdendo essa essência. Em um mundo cada vez mais egoísta, no qual se enaltece a busca pela “minha felicidade” precisamos reaprender a compartilhar e lembrar que desse mundo nada levaremos.

Reflita comigo: Qual foi a última boa ação que seu filho viu você fazendo? Quando as pesquisas apontam que o maior aprendizado de uma criança é através do exemplo, que exemplo de solidariedade e generosidade estamos mostrando para nossos filhos? O que você faz com as roupas que já não servem mais para eles? Vende só porque elas estão boas e novas e por isso é melhor não serem doadas?

Qual foi a última vez que você deu carona para uma pessoa simplesmente porque parecia certo a se fazer? Desejar que nossos filhos vivam em um mundo melhor, mais seguro, mais limpo, não basta! São nossas ações que falam mais alto. 

Seus filhos percebem a necessidade do outro? Pensam em fazer doações e o bem para aqueles que precisam? Se sim, parabéns! Tenho certeza que é porque eles estão ouvindo e vendo atitudes dentro de casa que os fazem refletir sobre essas situações.

Para mudarmos o mundo, precisamos começar pela nossa cidade, pela nossa comunidade, e principalmente, pela nossa casa! Quando olhamos para as pessoas mais necessitadas, não pensando apenas em lhes proporcionar algo momentâneo, mas algo que lhes traga dignidade, estaremos fazendo diferença e contribuindo para a evolução da sociedade de forma positiva.

Ao ensinar e treinar nossos filhos com esse olhar, com a vontade de doar seus excessos, seja de roupas, calçados, brinquedos, livros, tempo, amor, estamos ensinando adultos a pensarem sobre as necessidades de sua comunidade e, como consequência, seu país pode melhorar.