Perfuração do tímpano requer acompanhamento médico

Dor e perda de audição são sinais de que a membrana pode estar rompida

03 Dez 2019 - 14h20Por Marcio Freitas

O tímpano é a membrana fina, semitransparente, situada na profundidade do canal do ouvido. Ele possui qualidades vibratórias especiais e é muito sensível. Justamente por esse motivo pode ser perfurado facilmente.  

Com formato arredondado, quando o som chega ele vibra, e transmite essa vibração para o ouvido médio, que leva até a cóclea, localizada no ouvido interno. Se o tímpano estiver perfurado isso não ocorre, prejudicando a audição. Toda a estrutura do ouvido precisa estar em harmonia para que o som chegue até o nervo auditivo e, consequentemente, até o cérebro. 

A causa mais comum para o surgimento do problema está relacionada à infecção de ouvido, conhecida como otite média. Traumas ocorridos por uso de hastes flexíveis ou objetos inseridos no ouvido também fazem parte da lista, geralmente, ocasionado por bebês ou crianças. Em caso de acidentes, explosões, mergulho no mar ou durante uma viagem de avião também é possível romper a membrana. 

Quem está com a perfuração sente diminuição da audição e dor incômoda na região, além de que pode surgir zumbido e sangramento pelo ouvido. Outra situação recorrente são as infecções, pois sem a membrana protetora, a parte interna do ouvido fica mais sujeita a esses problemas. 

Ao detectar os sinais, evite resolver com soluções caseiras, que, muitas vezes, prejudicam ainda mais. Procure auxílio de um otorrinolaringologista o quanto antes para identificar o problema e iniciar o melhor tratamento.