Palavras Parônimas: você sabe do que se trata?

Às vezes, palavras/expressões que na oralidade têm igual ou semelhante pronúncia, podem ter significados tão diferentes ao ponto de comunicarem exatamente o oposto do que seria a intenção do falante

23 Ago 2019 - 07h00Por Leoní Cimardi

Nas últimas três semanas, trouxemos nesta coluna informações sobre as alterações na Língua Portuguesa após o Acordo Ortográfico que passou a vigorar em 1º de janeiro de 2016. Esse material ficará disponível neste site para ser (re)visitado quantas vezes quiserem os leitores.

A partir de hoje, a cada semana traremos alguns pares de palavras que costumam “causar problemas” a muitas pessoas, seja na oralidade ou na escrita. O problema de confundir essas palavras não se limita a eventuais erros de pronúncia ou ortografia simplesmente, mas na alteração da mensagem. Às vezes, palavras/expressões que na oralidade têm igual ou semelhante pronúncia, podem ter significados tão diferentes ao ponto de comunicarem exatamente o oposto do que seria a intenção do falante. É necessário conhecimento e atenção! Vamos começar observando algumas palavras parônimas. Não sabe o que são palavras parônimas? Calma! Ficará sabendo já, já!

Parônimos

Os parônimos são palavras de sentido diferente e forma semelhante, que provocam, com alguma frequência, confusão. Essas palavras apresentam grafia e pronúncia parecida, mas com significados diferentes.

Exemplos:

*cumprimento (saudação) / comprimento (extensão)

A costureira me cumprimentou com um leve aperto de mão, depois mediu o comprimento do meu vestido.

*tráfego (trânsito) / tráfico (comércio ilícito)

A Polícia Civil enfrenta diariamente um tráfego intenso de veículos nas ruas para perseguir suspeitos de tráfico de drogas.

*soar (emitir som) / suar (transpirar)

Quando o sino soou seis horas, eu já estava suando a camisa no trabalho.

*sortir (misturar, abastecer) / surtir (produzir, ter como consequência)

No inverno, é necessário sortir a mesa com muitas frutas ricas em vitamina C para tentar evitar que a friagem consiga surtir efeitos na nossa saúde.

*assento (para sentar) / acento (sinal gráfico)

Ocupe logo o seu assento e preste atenção, pois a aula hoje será sobre o uso de acentos gráficos.

*calda (cobertura) / cauda (rabo)

Precisei levar meu cãozinho ao veterinário porque deixei cair calda de açúcar na cauda dele.

Dicas de ortografia da semana:

Uso de ss/ s / ç

Exemplos:

agredir / agressão

progredir / progressão

regredir / regressão

transgredir / transgressão

admitir / admissão

demitir / demissão

omitir / omissão

permitir / permissão

repercutir / repercussão

transmitir / transmissão

percutir / percussão

discutir / discussão

exceder / excesso, excessivo

ceder / cessão

suceder / sucessão

conceder / concessão

  • Devemos empregar "s" em todos os substantivos derivados de verbos terminados em "ender", "verter" e "pelir".

Exemplos:

apreender / apreensão

ascender / ascensão

compreender / compreensão

distender / distensão

estender / extensão

pretender / pretensão

suspender / suspensão

tender / tensão

verter / versão

reverter / reversão

converter / conversão

subverter / subversão

expelir / expulsão

repelir / repulsão

  • Devemos empregar "ç" em todos os substantivos derivados dos verbos "ter" e "torcer", mais seus derivados.

Exemplos:

abster / abstenção

ater / atenção

deter / detenção

manter / manutenção

reter / retenção

torcer / torção

distorcer / distorção

contorcer / contorção

Mande suas dúvidas. Entre um ponto e outro, tentaremos esclarecer a todos!