Unimed

High low: a mistura que dá certo!

O chamado high low, expressão trazida ao público pela turma da moda nos anos 1990, nada mais é do que as mistura de marcas ou produtos de um valor mais alto com acessórios cuja a criatividade - e muitas vezes o afeto - é a principal característica.

11 Out 2019 - 07h30Por Debora Volpi

Misturar estilos deixou de ser uma tendência para virar  realidade nos projetos de design de interiores. O chamado high low, expressão trazida ao público pela turma da moda nos anos 1990, nada mais é do que as mistura de marcas ou produtos de um valor mais alto com acessórios cuja a criatividade - e muitas vezes o afeto - é a principal característica. Para os arquitetos Roberta Feijó e Antônio Medeiros, do Studio Vert, de Florianópolis, o high low, pode ser incorporado ao décor, com dicas práticas. 

Confira: 

Elementos ressignificados
Traga elementos usados na rua para o décor ou utilize móveis de forma diferente da habitual. Por exemplo: uma cadeira ou um pufe que se transformam em mesa de apoio ao lateral, tanto no quarto quanto na sala. 

 
Madeira X pintura
Reduza os painéis de marcenaria substituindo-os com pinturas de diferentes formas e aplicação. Os efeitos são surpreendentes.

 
Garimpo familiar
Selecione objetos e móveis de família e traga um pouco de memória afetiva ao lar. Misture também peças de diferentes épocas e origens distintas, como o contemporâneo e clássico, sempre certeiros.
 

Urban jungle
Plantas das mais diversas conferem mais frescor à sua residência. Além de colocarem a natureza dentro de casa, as plantas e flores são acessíveis e podem ser encontradas até mesmo em supermercados.