Escola: Nova fase de descobertas

A temporada de férias está chegando ao fim. E seu filho, já está na idade de ir para a escola? Se sim, que incrível! É o início de uma nova fase cheia de descobertas e aprendizado.

06 Fev 2019 - 06h30Por Karin Petermann

A temporada de férias está chegando ao fim. E seu filho, já está na idade de ir para a escola? Se sim, que incrível! É o início de uma nova fase cheia de descobertas e aprendizado. Acredite, não apenas para seu filho, mas como para você também. Está com frio na barriga? Um pouquinho nervosa ou quem sabe um aperto no coração? Se identificou?

Uma das coisas que os pais mais desejam para a essa nova experiência é que ela seja positiva, não é mesmo? E para isso, é essencial o apoio que vocês darão à ele, tenho certeza que você pesquisou muito bem a escola antes de matriculá-lo e se sente seguro com relação a essa escolha, agora é hora de transmitir segurança e confiança para seus filhos. 

Ajude a criança a entrar na rotina escolar

Quando você coloca as crianças na escola, elas precisam se adaptar a um ritmo completamente diferente. Se elas já tiverem passado por um centro educacional infantil, essa fase de adaptação será mais fácil, uma vez que elas já tiveram contato com desafios de interação escolar.

Agora, se elas estão entrando pela primeira vez em um ambiente do gênero, o apoio dos pais se torna ainda mais fundamental. No começo, pode parecer difícil resistir à voz de choro dizendo “eu não quero ir para a escola!”, mas é preciso manter a firmeza e auxiliar a criança nesse momento tão delicado.

Eu entendo como pode ter situações que é difícil deixar o filho viver suas próprias aventuras, queremos protegê-los de tudo e todos. Pode até não parecer, somos nós pais que precisamos ter forças para incentivar o filho constantemente, ressaltando as coisas boas da escola e tudo que eles vão aprender.

O que fazer quando a criança reluta em ir para as aulas?

Acredite, é mais comum do que você pensa, afinal de contas, a criança está entrando em um ambiente totalmente diferente ao que ela estava acostumada. 

Sempre seja sincero com seu filho, explique para ele como será a escola, e como isso vai influenciar a vida dele como um todo. Mas se permanecer relutando, você precisa de calma e firmeza.

Lembro de quando o meu filho mais velho começou a ir à escola, ele chorava todo dia de manhã quando chegava na porta da sala, por um mês. As birras haverão, o importante é não perder a calma e nem deixar que o choro e os gritos te tirem do sério.

Quando ele fazia isso, eu abaixava na altura dele, olhava em seus olhos e dizia que ele iria para a escola, enquanto eu iria trabalhar. Depois nos veríamos de novo. Dava um beijo na testa e dizia tchau, entregava para a professora (com ele chorando ainda) e ia trabalhar. 

Fácil? Nenhum pouco. Com dor no coração? Sim. Mas é aprendizado. Hoje é apegado aos colegas de classe que estudam com ele desde os quatro anos, fez amizades para a vida inteira! 

Quando você se sentir desanimada, se questionando ou se culpando,  lembre-se: o caminho que mais vale a pena, raramente é o mais fácil. Desejo boa sorte nessa nova fase e muitas descobertas!