domingo, 26 de maio de 2019 - 02h31
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo

Entendendo sobre o Implante Dentário?

Os implantes dentários já existem a mais de 50 anos, porém no Brasil é uma terapia de tratamento relativamente nova

07 Mai 2019 - 07h00Por Gustavo Dagostin

A odontologia é uma área da saúde que nos últimos anos passou por um processo evolutivo muito significativo. Este processo aconteceu tanto pelo desenvolvimento de novas técnicas e procedimentos para se realizar um trabalho, quanto nos materiais disponíveis. Infelizmente em um passado não tão distante, um dos métodos de tratamento mais recorrente se tratava de extrações dentárias. Com essas extrações, grande parte da população passou a sofrer pela ausência de um ou até mesmo todos os dentes. A única alternativa de tratamento para pacientes que sofriam com essas ausências era o uso de próteses removíveis. Essas próteses removíveis poderiam ser parciais também conhecidas como ponte móvel, para pacientes que perderam alguns dentes, ou próteses móveis totais conhecidas também como dentadura, que eram indicadas para pacientes que perderam todos os dentes, seja na região superior (parte de cima) ou na região inferior (parte de baixo).

Com o avanço na área odontológica associado ao grande número de pacientes com dificuldades em adaptar-se com próteses removíveis, diversos estudos e pesquisas foram desenvolvidos até chegar na terapia de tratamento que conhecemos hoje por implantes dentários. Os implantes dentários já existem a mais de 50 anos, porém no Brasil é uma terapia de tratamento relativamente nova. O implante é um substituto da raiz natural do dente perdida ou seja, ele passa a ser uma raiz artificial para que o paciente possa ter seus dentes fixos novamente.

O tratamento é dividido em duas fases. A primeira consiste na instalação do implante ou seja, a nova raiz do paciente, e a segunda fase é onde após a instalação dos implantes são fixadas as próteses fixas, ou seja, o dente propriamente dito. Prótese fixa ou coroa é o nome dado a parte do dente que conseguimos visualizar acima da gengiva. É a região responsável pela estética e pela mastigação. Então o implante dentário na verdade se trata de um conjunto, onde o implante unido a prótese formam um dente fixo possibilitando novamente uma estética agradável. Além do mais os implantes dentários proporcionam maior conforto ao paciente durante a mastigação, durante a fala e os outros movimentos executados com a boca devido ao fato de os dentes estarem fixos, sem risco de soltarem em um encontro com amigos ou em uma reunião com colegas e familiares.

Não existe um limite máximo de idade para que o paciente possa realizar um tratamento desde que o planejamento respeite as condições físicas e médicas de cada paciente individualmente. Isso significa que um paciente que usou próteses removíveis por trinta anos ou mais, tem condições de realizar o tratamento assim como um paciente que usa a cinco anos ou menos.

É por esse motivo então que os implantes dentários estão entre os tratamentos mais procurados dentro da odontologia atualmente e tem devolvido sorrisos e autoestima de muitos pacientes. É realmente fantástico tanto para nós, profissionais da área odontológica, quanto para nossos pacientes, termos a possibilidade de devolver novamente a oportunidade de um sorriso natural através de dentes fixos.