Colocação Pronominal

Nas últimas semanas, esta coluna tem apresentado alguns conteúdos de Língua Portuguesa que, de acordo com a maioria dos editais, constam na listagem de conhecimentos básicos a serem cobrados por ocasião das provas

01 Nov 2019 - 08h30Por Leoní Cimardi

É sabido que estão abertas as inscrições para diversos processos seletivos e/ou concursos públicos para as mais diferentes funções em Santa Catarina e outros estados. Nas últimas semanas, esta coluna tem apresentado alguns conteúdos de Língua Portuguesa que, de acordo com a maioria dos editais, constam na listagem de conhecimentos básicos a serem cobrados por ocasião das provas.  Nesta semana, falaremos sobre COLOCAÇÃO PRONOMINAL.

 

A colocação pronominal faz referência à posição dos pronomes pessoais oblíquos átonos em relação ao verbo.

Os pronomes pessoais oblíquos átonos são: me, te, se, o(s), a(s), lhe(s), nos, vos.

Um pronome oblíquo átono pode assumir três posições na oração em relação ao verbo: próclise, ênclise e mesóclise.

 

  1. PRÓCLISE

 

A próclise é aplicada antes do verbo quando temos:

Palavras com sentido negativo:

Nada me faz querer sair dessa cama. 
Não se trata de nenhuma novidade.

Não nos façam perder nossas esperanças.
 
Advérbios ou locuções adverbiais:

Amanhã me trarão o carro.

Nesta casa se fala alemão.
Naquele dia me falaram que a professora não veio.

Pronomes relativos, indefinidos e demonstrativos:

A aluna que me mostrou a tarefa não veio hoje.
O carro que lhe emprestei foi devolvido.

 

Quem me disse isso?
Todos se comoveram com o discurso.
 

Isso me deixa muito feliz!
Aquilo me incentivou a mudar de atitude!

Preposição seguida de gerúndio:

Em se tratando de amizade, sinceridade é fundamental. 

Conjunção subordinativa:

Vamos estabelecer critérios, conforme lhe avisaram.

Estou feliz, porque me pediu em casamento.

 

• Na presença de enunciados que expressem uma exortação, exclamação e nas perguntas diretas:

Deus lhe guarde!
Quem me emprestará o carro?

 

  1. ÊNCLISE:


A ênclise é empregada depois do verbo. A norma culta não aceita orações iniciadas com pronomes oblíquos átonos. A ênclise vai acontecer quando:
 

O verbo iniciar a oração:

Diga-lhe que está tudo bem.
Chamaram-me para ser sócio.

O verbo estiver no imperativo afirmativo:

Amem-se uns aos outros.
Sigam-me e não terão derrotas.

O verbo estiver no infinitivo impessoal regido da preposição "a":
Naquele instante os dois passaram a odiar-se.
Passaram a cumprimentar-se mutuamente.

O verbo estiver no gerúndio:

Não quis saber o que aconteceu, fazendo-se de despreocupada.
Despediu-se, beijando-me a face.

Houver vírgula ou pausa antes do verbo:

Se passar no vestibular em outra cidade, mudo-me no mesmo instante.
Se não tiver outro jeito, alisto-me nas forças armadas.
 

  1. MESÓCLISE

 

A mesóclise é empregada no meio do verbo e acontece quando o verbo está flexionado no futuro do presente ou no futuro do pretérito:

A prova realizar-se-á neste domingo pela manhã.
Far-lhe-ei uma proposta irrecusável.

Abraçar-lhe-ia agora, mas estou molhado.

Emprestar-me-ão o carro amanhã.
Devolver-nos-ão o dinheiro.

 

Mande suas dúvidas. 

Entre um ponto e outro, tentaremos esclarecer a todos!