sexta, 19 de abril de 2019 - 02h18
(47) 3371-1010Central (47) 3372-1010Ao Vivo

Câncer de rim: fique atento aos sinais

Duas vezes mais comum em homens do que nas mulheres, ele representa cerca de 3% das doenças malignas dos adultos e, segundo estatísticas americanas, tem uma incidência anual de 51 mil novos casos.

11 Abr 2019 - 07h30Por Lucas Galdino

Geralmente acometendo pessoas com idade entre 50 e 70 anos, o câncer de rim é o terceiro mais frequente no aparelho genitourinário. Duas vezes mais comum em homens do que nas mulheres, ele representa cerca de 3% das doenças malignas dos adultos e, segundo estatísticas americanas, tem uma incidência anual de 51 mil novos casos. 
 
Dentro desse cenário, em torno de 54% dos tumores renais diagnosticados estão confinados ao rim, mas outros 20% são localmente avançados, chegando também a gânglios regionais próximos. Já 25% demonstram metástases nas quais a doença acomete pulmões, fígado e ossos, por exemplo. 
 
O diagnóstico precoce é, portanto, essencial para garantir um tratamento mais assertivo. Tanto que, em geral, ele acontece durante exames de rotina, como a ultrassonografia do abdômen, sendo, posteriormente, confirmado por meio de ultrassonografia e tomografia computadorizada. 
 
Além disso, é importante estar atento a alguns sinais do câncer de rim. De 6% a 10% dos pacientes apresentam dor no flanco, sangue na urina e massa abdominal palpável. Entre os fatores de risco para a doença estão o tabagismo, a obesidade, hipertensão, histórico familiar e Doença de Von Hippel-Lindau e diálise.