Brasil é destaque no ranking de cirurgias plásticas no mundo

Em 2016, ano do último censo realizado pela SBCP, foram feitas mais de 1,4 milhão de cirurgias plásticas

03 Jul 2019 - 07h00Por Josinaldo Martins

O país se tornou uma grande potência na procura por procedimentos estéticos, atrás apenas dos Estados Unidos

Corrigir alguma imperfeição e fazer as pazes com o próprio corpo levou milhões de brasileiros para a sala de cirurgia nos últimos tempos. Essa tendência cresce a cada ano, apontada pela ISAPS (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética), que apresentou o aumento de 5% no total de procedimentos cirúrgicos no Brasil em 2017, com cerca de 11 milhões de pacientes submetidos a alguma plástica. Já o líder mundial do ranking, os Estados Unidos, demonstrou uma queda de 34% na procura por cirurgias nos últimos dez anos.

Por outro lado, os adolescentes se submetem, cada vez mais, a intervenções estéticas em busca de aumentar a autoestima. Mais de 90 mil jovens brasileiros passaram por procedimentos cirúrgicos em 2018, número que coloca o país na liderança absoluta no mundo todo dentro desse contexto.

Segundo a SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), na última década, houve um aumento de 141% no número de procedimentos entre jovens de 13 a 18 anos. Em 2016, ano do último censo realizado pela SBCP, foram feitas mais de 1,4 milhão de cirurgias plásticas estéticas ou reparadoras em solo nacional.

Com tamanha procura, os interessados que desejam optar por uma mudança na aparência, em especial os adolescentes, devem estar preparados com relação ao impacto que ela irá gerar em suas vidas e, mais, optar por um médico cirurgião plástico capacitado e membro da SBCP, que irá auxiliar neste momento importante.