Que língua é falada no Brasil?

A Língua Portuguesa é o idioma oficial do Brasil, como assim também a LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, reconhecida oficialmente como idioma pátrio em 2002.

03 Abr 2020 - 15h17Por Leoní Cimardi

Certamente, ao ser questionado sobre qual língua falamos no Brasil, você responderá que é a Língua Portuguesa. Sua resposta estará correta, embora não completa. A Língua Portuguesa é o idioma oficial do Brasil, como assim também a LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais, reconhecida oficialmente como idioma pátrio em 2002. No entanto, existem, aqui, mais de 200 línguas indígenas registradas, das quais 180 são faladas até hoje. Além disso, as línguas indígenas têm importantes contribuições e influências que ainda fazem modificações na nossa forma de falar o português.

De acordo com a professora Ana Suelly Cabral, doutora em Linguística pela University of Pittsburgh (1995) e pós-doutora em Linguística Histórica pela Universidade de Brasília, pesquisadora das línguas indígenas, cerca de 80% das palavras que nomeiam as plantas e bichos brasileiros são oriundas do Tupinambá, o mais conhecido idioma nacional nativo. Aliás, o tronco Tupi é um dos grandes agrupamentos linguísticos do Brasil. São sete famílias de línguas: Arikém (1 língua), Juruna (1 língua), Mondé (7 línguas), Mundurukú (2 línguas), Ramaráma (2 línguas), Tuparí (3 línguas), Tupi-Guarani (21 línguas). Há ainda três línguas isoladas no nível de família: Aweti, Puruborá e Sateré-Mawé. Considerando que o total de línguas indígenas no Brasil é de 180, o tronco Tupi reúne 40 línguas, o que corresponde a 22,2 % do total.

De acordo com a professora Ana, quando os colonizadores europeus chegaram aqui, eles não conheciam a enorme variedade da fauna e flora brasileiras. Os índios é que foram apresentando e dando nome aos animais, como por exemplo a capivara, o tamanduá, a cutia, o pirarucu, o jabuti; e às frutas, como o cacau e o cajá.

Essas palavras aprendidas pelos portugueses misturadas com a estrutura gramatical da língua dos colonizadores deram origem à Língua Geral do Brasil, que, com o passar do tempo, se dividiu em duas: a Língua Geral Amazônica (mais falada no Maranhão e no Pará) e a Língua Geral Paulista (mais corrente no sudeste do país). Até a metade do século XVIII, era essa última a língua mais falada por aqui. Foi quando em 17 de agosto de 1758, o Marquês de Pombal, que era o primeiro-ministro de Portugal, instituiu por meio de um decreto a língua portuguesa como idioma oficial do Brasil e proibiu o uso das línguas gerais, que eram, inclusive, usadas pelos jesuítas para catequisar os índios e pelos bandeirantes, nas suas expedições para desbravar o Brasil. Mesmo assim, as palavras que já faziam parte do vocabulário da população se mantiveram e são faladas até hoje.

Abaixo, temos algumas palavras de origem indígena que fazem parte do Português do Brasil. Provavelmente você as usa frequentemente ou, pelo menos, as conhece. Mas, será que você sabia que eram palavras indígenas?

 

Acajá = Cajá

Aracajú

Babaçu

Baiacu

Barbatimão

Boitatá

Buriti

Butantã

Caatinga

Cacau

Caiçara

Caipira

Capim

Capivara

Capoeira

Carioca

Catuaba

Cipó

Copacabana

Curitiba

Curumim

Cutia

Embiruçu

Erechim

Gariroba

Gororoba

Guri

Igarapé

Iguatemi

Irapuã

Jabuti

Jacaré

Jenipapo

Jericoacoara

Jururu

Macuco

Maloca

Maracanã

Mingau

Mocotó

Mutirão

Mutum

Oiapoque

Paca

Paçoca

Pajé

Pamonha

Pereba

Perereca

Pipoca

Piranha

Pitanga

Quati

Sapucaí

Saúva

Sucuri

Tacacá

Tamanduá

Taturana

Tiririca

Tucano

Urubu

 

· Expressões extraídas do Dicionário de Palavras Brasileiras de Origem Indígena – Clóvis Chiaradia do site Dicionário Ilustrado Tupi-Guarani

 

Mande suas dúvidas.

Entre um ponto e outro, tentaremos esclarecer a todos!