Unimed

“allughat alburtughalia”

Qual será a pronúncia correta de “allughat alburtughalia”?

28 Fev 2020 - 07h30Por Leoní Cimardi

Percebe-se logo que se trata de uma expressão estrangeira. Árabe! Sim, uma expressão em árabe que, conforme um tradutor de idiomas da internet, significa “Língua Portuguesa”.

O que temos em comum com o idioma árabe? Muita coisa! De acordo com o site https://pt.babbel.com/pt/magazine, a relação do Brasil com a cultura árabe vai muito além da culinária, ou seja, não se trata apenas de apreciar um bom kibe ou esfirra. A maioria dos brasileiros nem imagina a quantidade de palavras do nosso uso cotidiano que são originárias do árabe. Para entender essa influência linguística, vamos relembrar as aulas de História:

- A partir do século VIII, por 800 anos, aconteceu o processo de expansão muçulmana na Península Ibérica, o que significa o domínio de povos árabes sobre a região onde hoje se encontram Espanha e Portugal.

- O território que passou todo esse tempo sob o comando de tropas árabe-muçulmanas ficou conhecido como Al-Ándalus. Em seu período de maior extensão, esse território ia do extremo sul da península, no Estreito de Gibraltar, até o que hoje é La Coruña no extremo nordeste, alongando-se rumo ao leste e ocupando inclusive uma parte do que atualmente é o território francês:

- É claro que esse processo não teve apenas consequências econômicas e geopolíticas: a herança cultural deixada pelos povos árabes na Península Ibérica também foi marcante e ficou muito visível não só nas atividades econômicas – como na agricultura e na mineração – mas também na religião, na arquitetura, no urbanismo, na música, na dança e na literatura da região. Desnecessário dizer que o idioma não ficou de fora dessa mistura.

- Muitas das palavras que herdamos do árabe começam com a sílaba al-. Isso acontece porque, naquele idioma, al- é usado como artigo definido (assim como suas formas modificadas arou- as-). Com o passar dos anos, as palavras originais se juntaram a seu artigo, formando novas palavras. Alguns exemplos: alface, açafrão, aduana e alaúde. Mas nem todas as palavras de origem árabe presentes no português começam com al.

A seguir, dez palavras que certamente fazem parte do seu dia a dia e que você nem podia imaginar que foram herdadas do árabe:

 

1. Fulano

Em árabe, o termo fulân significa algo como tal, aquele. Há registros da palavra fulano na língua espanhola sendo usada ainda com esse mesmo significado por volta do século XIII: fulano caballo, por exemplo, seria tal cavalo. No português, ele virou substantivo, para se referir a uma pessoa qualquer – e hoje, no espanhol, também tem esse significado.

2. Arroz

É uma adaptação do termo original árabe, ar-ruzz.

3. Xaveco

Primeiro, é preciso lembrar que o significado original de xaveco não tem nada a ver com o papo que você manda no seu crush. A palavra era usada para se referir a um barco de pesca com rede, de origem árabe – o xabbaq –, usado por piratas no Meditarrâneo. Por extensão, por causa da má conservação desses barcos, essa palavra acabou virando sinônimo de algo de má qualidade. Décadas depois, a fluidez da língua deu origem ao significado de uma conversa fiada, na qual não se pode confiar, como uma cantada mal feita – voilà, xaveco.

4. Azulejo

Vem de al-zuleij, que significa pedra pintada.

5. Sofá

Em árabe, suffa é usado para designar uma esteira ou móvel estofado.

6. Enxaqueca

Em árabe, ax-xaqîqa significa literalmente meia cabeça.

7. Açougue

Do árabe as-suq, que quer dizer mercado ou feira.

8. Papagaio

Apesar de soar como um termo que poderia ter sido originado no tupi-guarani, papagaio vem da palavra árabe para o pássaro, babaga.

9. Almoxarifado

Al-muxarif, em árabe, é um inspetor ou tesoureiro. Em Portugal, era chamado de almoxarife o responsável pela cobrança e arrecadação de impostos. Almoxarifado, portanto, era o território de jurisdição de um almoxarife. Por extensão, a palavra hoje designa o espaço físico reservado para armazenar documentos, estoque ou outros objetos relativos à administração de um negócio.

10. Açúcar

O termo sânscrito para grãos de areia, sakkar, se transformou no persa shakkar e resultou na palavra árabe as-sukar. Daí, claro, o produto doce da cana-de-açúcar foi batizado assim por sua semelhança com grãos de areia.

Mande suas dúvidas.

Entre um ponto e outro, tentaremos esclarecer a todos!