Caraguá
depoimento

Youssef depõe no Paraná em ação penal aberta contra Eduardo Cunha

22 Jul 2016 - 11h45
O doleiro Alberto Youssef, um dos primeiros delatores da Operação Lava Jato, prestou depoimento nesta quinta-feira (21) em ação penal aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O conteúdo do depoimento ainda não foi tornado público.

Yousseff foi a primeira testemunha de acusação – indicada pelo Ministério Público – ouvida no processo, no qual Cunha é acusado de receber ao menos US$ 5 milhões em dinheiro desviado de contrato de navios-sonda da Petrobras.

Na delação, Youssef afirmou que Cunha teria recebido propina de contratos da Petrobras. Foi a primeira menção contra Cunha na Lava Jato – depois, outros delatores corroboraram as acusações.

Outras audiências estão marcadas para 25 e 28 de julho e há depoimentos previstos até o dia 8 de agosto.

O depoimento, na sede da Justiça Federal do Paraná, durou cerca de duas horas e foi tomada pelo juiz Paulo Marcos de Farias, que atua no gabinete do ministro Teori Zavascki.

 

 

G1

Matérias Relacionadas

Saúde

Conselhos de secretários de Saúde defendem vacinação de adolescentes

Sociedade Brasileira de Imunizações também defende vacinação
Conselhos de secretários de Saúde defendem vacinação de adolescentes
Economia

Caixa reduz juros do crédito habitacional na modalidade poupança

Banco reduziu parte fixa da parcela de 3,35% para 2,95% ao ano
Caixa reduz juros do crédito habitacional na modalidade poupança
Saúde

Anvisa não recomenda mudar orientação sobre vacinação de adolescentes

Ministério da Saúde suspendeu orientação para a vacinação
Anvisa não recomenda mudar orientação sobre vacinação de adolescentes
Saúde

Covid-19: ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados

Queiroga explica revisão de recomendação sobre vacinas de covid-19
Covid-19: ministro destaca eventos adversos em adolescentes vacinados
Ver mais de Brasil