depoimento

Youssef depõe no Paraná em ação penal aberta contra Eduardo Cunha

22 Jul 2016 - 11h45
O doleiro Alberto Youssef, um dos primeiros delatores da Operação Lava Jato, prestou depoimento nesta quinta-feira (21) em ação penal aberta no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O conteúdo do depoimento ainda não foi tornado público.

Yousseff foi a primeira testemunha de acusação – indicada pelo Ministério Público – ouvida no processo, no qual Cunha é acusado de receber ao menos US$ 5 milhões em dinheiro desviado de contrato de navios-sonda da Petrobras.

Na delação, Youssef afirmou que Cunha teria recebido propina de contratos da Petrobras. Foi a primeira menção contra Cunha na Lava Jato – depois, outros delatores corroboraram as acusações.

Outras audiências estão marcadas para 25 e 28 de julho e há depoimentos previstos até o dia 8 de agosto.

O depoimento, na sede da Justiça Federal do Paraná, durou cerca de duas horas e foi tomada pelo juiz Paulo Marcos de Farias, que atua no gabinete do ministro Teori Zavascki.

 

 

G1

Matérias Relacionadas

Polícia

Operação Luz na Infância 6: Polícia Civil prende nove pessoas em flagrante em SC

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Florianópolis, São José, Joinville, Blumenau, Criciúma, Lages, Itapiranga, Imbituba e Balneário Camboriú.
Operação Luz na Infância 6: Polícia Civil prende nove pessoas em flagrante em SC
Economia

Banco do Brasil atinge lucro recorde de R$ 17,8 bilhões em 2019

Resultado é 32,1% superior ao registrado em 2018
Banco do Brasil atinge lucro recorde de R$ 17,8 bilhões em 2019
Economia

Energia acumulada por Itaipu abasteceria o mundo por 43 dias

Foram 2,7 bilhões de megawatts-hora (MWh) ao longo de 35 anos
Energia acumulada por Itaipu abasteceria o mundo por 43 dias
Brasil

Brasil tem mais de 773 mil encarcerados, maioria no regime fechado

Presos provisórios são o segundo maior contingente
Brasil tem mais de 773 mil encarcerados, maioria no regime fechado
Ver mais de Brasil