Imobiliária Coralli
Lava-jato

TSE cancela acareação entre ex-tesoureiro de Dilma e delator da Lava Jato

11 Nov 2016 - 10h32
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (10) cancelar a acareação entre Edinho Silva, tesoureiro da campanha da presidenta Dilma Rousseff à reeleição, em 2014, e Otávio Marques de Azevedo, ex-executivo da empreiteira Andrade Gutierrez e um dos delatores da Operação Lava Jato. Com a decisão, apenas Azevedo será ouvido no dia 17 de novembro.

Ontem (9), um juiz auxiliar do ministro Herman Benjamin aceitou o pedido de acareação feito pelos advogados da campanha de Dilma. Os defensores solicitaram a acareação após afirmarem ao TSE que cerca de R$ 1 milhão, valor que teria sido recebido de propina pela empreiteira e repassado como doação de campanha, foram transferidos em julho de 2014 para o diretório nacional do PMDB, e não do PT, como disse Azevedo em depoimento na Justiça Eleitoral.

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Eleições 2020

Saiba a diferença e os efeitos de votos brancos e nulos

Ao votar em branco, eleitor não manifesta preferência
Saiba a diferença e os efeitos de votos brancos e nulos
Economia

Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 29 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h, no horário de Brasília
Mega-Sena sorteia nesta terça-feira prêmio de R$ 29 milhões
Economia

Caixa paga auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família

Hoje é dia de pagamento para quem tem NIS final 2
Caixa paga auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família
Geral

Evento online mostra que direcionar recursos a projetos sociais locais transforma comunidades

Evento online mostra que direcionar recursos a projetos sociais locais transforma comunidades
Ver mais de Brasil