Covid - 19
Prisão

Tribunal mantém na prisão delator da Lava Jato que mentiu

11 Ago 2016 - 12h04
A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) decidiu, nesta quarta-feira, 10, manter a prisão preventiva do empresário Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura, condenado na Operação Lava Jato e que perdeu os benefícios da delação premiada após admitir que tinha mentido em seu depoimento perante o juiz da Lava Jato Sérgio Moro. O habeas corpus já havia sido negado liminarmente pelo desembargador federal João Pedro Gebran Neto no início de julho.

Moura foi condenado a 16 anos e 2 meses de prisão na Lava Jato por corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa. O réu, que havia sido solto após firmar acordo de delação premiada, voltou a ser detido em maio deste ano, depois de apresentar versões conflitantes em seu depoimento.

A defesa argumentou que a regra geral é a soltura do réu após a sentença para que possa recorrer em liberdade. Alegou ainda que a quebra do acordo de delação não justifica a decretação de prisão e que Moura está tentando repatriar R$ 5 milhões, conforme acordado.

Segundo Gebran, a situação que levou à prisão preventiva não foi alterada, permanecendo o risco à ordem pública. Para o desembargador, a quebra do acordo pelo réu autoriza o retorno ao contexto inicial. As informações são da Agência Brasil.

Matérias Relacionadas

Economia

Warren recebe R$ 120 milhões em rodada de investimento

Em plena crise provocada pelo coronavírus, a corretora anuncia seu maior aporte. Valor será utilizado para deixar a experiência do cliente na plataforma ainda melhor
Warren recebe R$ 120 milhões em rodada de investimento
Economia

Covid-19: governo prorroga programa de redução de salários e jornada

Com a medida os prazos valem por 120 dias
Covid-19: governo prorroga programa de redução de salários e jornada
Saúde

Medicamentos fora do prazo de validade representam risco à saúde

Coordenadora do curso de Farmácia da Unesc chama atenção para importância dos cuidados com os fármacos
Medicamentos fora do prazo de validade representam risco à saúde
Política

Brasil tem 16,4 milhões de filiados a partidos políticos

Das 33 legendas registradas no TSE, o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) é o que tem mais filiados: 2.163.450 pessoas
Brasil tem 16,4 milhões de filiados a partidos políticos
Ver mais de Brasil