Covid - 19
Reajuste

Teto da aposentadoria deve chegar a R$ 5.531,31

12 Jan 2017 - 13h45
Os segurados do INSS que ganham mais que um salário mínimo (R$ 937) deverão ter um reajuste de 6,58% no benefício a partir de fevereiro, percentual referente ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do ano passado.

Com isso, o teto das aposentadorias no País chegará a R$ 5.531,31 em 2017. O valor se refere à incidência dos 6,58% da inflação sobre o valor de R$ 5.189,82, praticado no ano passado. O aumento ainda precisa ser confirmado pelo Ministério da Previdência.

Se isso se confirmar, o reajuste dos benefícios acima de 1 mínimo será maior que o aumento do salário mínimo, que foi de 6,48% — passou de R$ 880 em 2016 para R$ 937 em 1º de janeiro deste ano. Seria a primeira vez que isso acontece em 20 anos.

Em 2016, o reajuste dos benefícios superiores ao salário mínimo foi de 11,28% — percentual correspondente ao INPC de 2015. Desde 2003, conforme a Lei 8.213/91, o INPC do ano anterior é usado como parâmetro para reajustar benefícios previdenciários acima do mínimo.

O reajuste de 6,58% na aposentadoria pelo INSS ficou abaixo da previsão do orçamento do governo, que esperava um INPC de 7,5%. Caso este índice se concretizasse, a aposentadoria máxima no País

 

r7

Matérias Relacionadas

Economia

Ministério mantém projeção de queda do PIB em 4,7% neste ano

Para 2021, projeção é de crescimento de 3,2% do PIB
Ministério mantém projeção de queda do PIB em 4,7% neste ano
Saúde

Uso de máscaras pode controlar covid-19 em até 8 semanas, diz CDC

Alerta é do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA
Uso de máscaras pode controlar covid-19 em até 8 semanas, diz CDC
Política

Para evitar contágio, TSE excluirá biometria nas eleições municipais

Decisão foi tomada após reunião de técnicos do tribunal com médicos
Para evitar contágio, TSE excluirá biometria nas eleições municipais
Futebol

Fla-Flu encerra Carioca marcado por polêmicas

Dupla se estranhou por reinício do Estadual e direitos de transmissão
Fla-Flu encerra Carioca marcado por polêmicas
Ver mais de Brasil