Eleições 2020
Cunha

Testemunha de acusação depõe em ação penal contra Eduardo Cunha

09 Ago 2016 - 11h19
Uma testemunha de acusação na ação penal que corre no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado federal afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) depôs ontem (8) na capital paulista. O deputado acompanhou presencialmente o depoimento, que foi conduzido pelo juiz instrutor do STF Paulo Marcos de Farias, segundo informações da Justiça Federal em São Paulo.

O depoimento de Júlio Gerin de Almeida Camargo começou por volta das 14h, na Seção Judiciária do estado de São Paulo, e terminou às 20h. Tanto Camargo quanto Cunha não falaram no fiml da audiência e saíram pela garagem.

Ricardo Gobbetti, também testemunha de acusação e que deveria ser ouvido ontem, foi dispensado, porque o advogado de Cunha alegou não ter sido avisado sobre seu depoimento.

Uma terceira testemunha, Leonardo Meirelles, não teria sido encontrada para receber a intimação e, por isso, não compareceu. Ambos, porém, tiveram depoimento adiado para o dia 22 deste mês. Informações da Agência Brasil.

Matérias Relacionadas

Economia

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

A nova possibilidade poderá ser usada em 2021
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS
Economia

Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio

Pesquisa foi feita pela Fundação Getulio Vargas
Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio
Educação

Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior

Em 2018, as matrículas dos calouros representavam 39,8% do total
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
Esportes

Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense

Empate mantém a equipe do Tubarão na liderança do Grupo C, enquanto o Jaraguá sobe para o quinto lugar.
Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense
Ver mais de Brasil