Imobiliária Coralli
Brasil

Simi virou herói em Sorocaba

29 Jun 2016 - 22h52
Restam  seis segundos para o fim da semifinal do Mundial de Clubes, e o Barcelona vence o Magnus Sorocaba por 3 a 2. Simi domina a bola um pouco para frente do meio da quadra e manda uma bomba, no ângulo do goleiro espanhol, empatando a partida e levando o duelo para a prorrogação. Após empate sem gols, o time brasileiro vence nos pênaltis, elimina o gigante espanhol e se classifica para a decisão.

A cena, contudo, não é comum se levarmos em conta os últimos anos do pivô de 39 anos. Nas últimas sete temporadas, ele vestiu a camisa do Corinthians, e o time alvinegro caiu nas últimas seis semifinais da Liga Nacional de Futsal.

Em parte destas eliminações, houve muito drama, como em 2010 e 2014, quando a equipe caiu no ginásio do Parque São Jorge levando gols no último segundo. Diante de Orlândia, há dois anos, os corintianos alegaram bola na mão de Dieguinho, autor do gol derradeiro, e partiram para cima dos árbitros. Simi foi o primeiro a correr na direção dos juízes e tentar agredi-los.

Ao final da última temporada, após mais uma queda diante de Orlândia, o Corinthians optou por reduzir o investimento no time de futsal e saíram as principais estrelas. Simi então, foi jogar ao lado de Falcão em Sorocaba, e teve sua redenção em uma semifinal nesta terça-feira.

E para ratificar marcou outro gol importante na decisão do Mundial de Clubes no catar e ajudou o time paulista a conquistar mais um título para o futsal nacional.

Matérias Relacionadas

Saúde

Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana

Dados são da Fundação Oswaldo Cruz
Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana
Saúde

Doações de órgãos caíram 40% com pandemia

Ministério da Saúde lançou hoje campanha para aumentar doações
Doações de órgãos caíram 40% com pandemia
Geral

Governo libera entrada de estrangeiros em todos os aeroportos do país

Entrada por rodovias e por outros meios terrestres continua restrita
Governo libera entrada de estrangeiros em todos os aeroportos do país
Economia

IBGE: 3,4 milhões estavam afastados do trabalho no início setembro

O motivo foi o isolamento social imposto pela pandemia de covid-19
IBGE: 3,4 milhões estavam afastados do trabalho no início setembro
Ver mais de Brasil