Senado

Senado aprova redução de IR sobre remessa de dinheiro ao exterior

29 Jun 2016 - 11h25
O Senado aprovou por unanimidade nesta terça-feira (28) medida provisória que reduz o imposto de renda sobre as remessas de dinheiro enviado ao exterior para gastos pessoais.

Como não houve alterações à proposta aprovada pela Câmara dos Deputados, o texto segue agora para a sanção do presidente em exercício Michel Temer.

Pela proposta aprovada pelos senadores, a alíquota do IR passa de 25% para 6% sobre as remessas feitas para pagar gastos pessoais, até o limite de R$ 20 mil ao mês, em viagens de turismo e negócios.

A redução também valerá para as operadoras ou agências de viagens, mas até o limite de R$ 10 mil por passageiro.

A redução da alíquota entrou em vigor em 2 de março de 2016, data da publicação da medida provisória pelo Executivo, e, para virar lei, precisava de aprovação da Câmara e do Senado. A proposta prevê que a redução vigore até 31 de dezembro de 2019.

De acordo com a medida provisória, ficam isentas de IR as remessas ao exterior para fins educacionais, incluindo o pagamento de taxas de inscrição em congressos, assim como o envio de dinheiro para cobrir despesas médicas no exterior.

"Os alunos do programa Ciências Sem Fronteiras estavam com dificuldades para receber os recursos da sua manutenção do seu estudo lá no exterior. As remessas de até R$ 20 mil por mês não terão Imposto de Renda nessa parte. Da mesma forma, a indústria do turismo vai ter mais um incentivo para a geração de negócios e empregos”, afirmou o senador José Pimentel (PT-CE).

 

 

G1

Matérias Relacionadas

Economia

Intenção de consumo das famílias cresce 0,3% em setembro, diz CNC

Foi a segunda alta consecutiva do indicador, que atingiu 92,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, o melhor resultado desde fevereiro (98,5 pontos)
Intenção de consumo das famílias cresce 0,3% em setembro, diz CNC
Saúde

Contratações no setor de planos de saúde aumentam 3,4% em um ano

Número de beneficiários de planos de saúde teve queda no mesmo período
Contratações no setor de planos de saúde aumentam 3,4% em um ano
Trânsito

Em 2018, houve 69 mil acidentes em rodovias federais, diz pesquisa

Painel CNT registrou que 14 pessoas morreram por dia
Em 2018, houve 69 mil acidentes em rodovias federais, diz pesquisa
Política

Câmara retoma discussão de projeto que altera regras eleitorais

O texto regula a destinação de recursos do Fundo Partidário, autoriza o retorno da propaganda partidária semestral, e estabelece critérios para análise de inelegibilidade de candidaturas
Câmara retoma discussão de projeto que altera regras eleitorais
Ver mais de Brasil