Caraguá
Inflação

Prévia da inflação oficial tem a menor taxa para outubro

21 Out 2016 - 11h27
O Índice de Preços ao Consumidor - Amplo 15 (IPCA-15), considerado uma prévia da inflação oficial, perdeu força de setembro para outubro, ao passar de 0,23% para 0,19%, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (21).

Esse foi o menor IPCA-15 para os meses de outubro desde 2009, quando chegou a 0,18%.

O que mais contribuiu para que o IPCA-15 perdesse força foi o grupo de alimentação e bebidas, que teve deflação de 0,25%. O preço do leite longa vida, por exemplo, caiu 8,49% mais barato, assim como o da batata-inglesa (-13,03%), das hortaliças (-6,18%) e do feijão-carioca (-6,17%), que durante muitos meses foi considerado o grande vilão da inflação.

Na contramão, alguns alimentos impediram que a queda de preços fosse ainda maior. É o caso das carnes, cujos preços subiram 2,45% em outubro.

Acumulado no ano
No ano, o índice acumula alta de 6,11%. No mesmo período do ano anterior, a taxa havia ficando em 8,49%. Em 12 meses, o IPCA-15 está e, 8,27%. Em outubro do ano passado, nessa mesma base de comparação, o índice havia atingido 8,78%. Apesar de ter desacelerado, a inflação segue acima do teto da meta de 4,5% ao ano estipulada pelo Banco Central.

 

As informações são do

Site G1

Matérias Relacionadas

Economia

Petrobras é responsável por 34% do total do preço da gasolina

Não há mudança na política de preços da empresa, diz presidente
Petrobras é responsável por 34% do total do preço da gasolina
Geral

Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30

Comprovação deve ser feita no banco onde beneficiário recebe dinheiro
Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30
Educação

UniSociesc amplia portfólio de pós-graduação de seis meses

A partir de agora serão ofertados 32 cursos lato sensu nesta modalidade em oito áreas do conhecimento
UniSociesc amplia portfólio de pós-graduação de seis meses
Saúde

Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos

Em 2020, recusa à doação de órgãos por parentes ficou em 37,8%
Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos
Ver mais de Brasil