Imobiliária Coralli
PMDB

Presidente do TSE abre investigação contra PP e PMDB

12 Ago 2016 - 13h35
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, determinou a abertura de dois processos para investigar indícios de irregularidades financeiras cometidas pelo PP e pelo PMDB, com base em documentos da Operação Lava-Jato. A medida foi tomada a pedido da corregedora do tribunal, Maria Thereza de Assis Moura, na última terça-feira. Ainda não foi definido o relator que conduzirá as ações. Na semana passada, Gilmar determinou a abertura de processo semelhante para investigar o PT, também a partir de indícios surgidos na Lava-Jato.

No pedido, Maria Thereza afirmou que a conduta atribuída aos três partidos é grave. “Uma vez comprovadas tais condutas, estaríamos diante da prática de crimes visando a conquista do poder e/ou sua manutenção, nada muito diferente, portanto, dos períodos bárbaros em que crimes também eram praticados para se atingir o poder”, anotou. “Notícias de fatos como estes causam indignação e a apuração é fundamental, não só para a aplicação das sanções devidas, mas também para que o país vá virando suas páginas na escala civilizatória”, concluiu.

As informações são do jornal

O Globo

Matérias Relacionadas

Economia

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 45 milhões

O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 45 milhões
Economia

Procura das empresas por crédito tem queda de 3,3% em setembro

É o terceiro mês consecutivo de queda
Procura das empresas por crédito tem queda de 3,3% em setembro
Saúde

Termina oficialmente na sexta-feira a campanha vacinação

Crianças de 1 a menos de cinco anos devem ser imunizadas contra a pólio; menores de 15 anos recebem a multivacinação
Termina oficialmente na sexta-feira a campanha vacinação
Geral

CNJ quer estimular leitura e esporte para ressocializar presos

Proposta contempla redução da pena de presos já condenados
CNJ quer estimular leitura e esporte para ressocializar presos
Ver mais de Brasil