Séculus
Ibope

POLÍTICA: 45% de brasileiros não têm preferência partidária, segundo Ibope

12 Nov 2015 - 20h15
No grupo dos que afirmaram ter simpatia por alguma legenda, os três maiores partidos do Brasil, PT, PMDB e PSDB, detém as maiores taxas. Segundo a pesquisa, 12 por cento dos entrevistados têm preferência pelo PT, 10 por cento escolhem o PMDB e outros 10 por cento preferem o PSDB. Para o cientista político da Universidade de Brasília, UnB, David Fleischer, o grande número de brasileiros apartidários é reflexo, principalmente, das supostas participações de políticos nos escândalos de corrupção.

Ainda segundo Ibope, a queda de preferência do PT teve uma variação de 24 pontos percentuais em comparação com o melhor momento do partido, em abril de 2013, quando 36% declararam simpatia ou preferência pelo partido. Já o PSDB cresceu e atingiu, neste ano, os mesmos 10% de preferência partidária registrados em 1998. Para o cientista político David Fleischer, a polaridade dos dois partidos no poder também se repete na preferência do eleitorado.

O IBOPE ouviu duas mil pessoas, em 140 municípios brasileiros, entre os dias 17 e 21 de outubro.

Reportagem, Sara Rodrigues / Agência do Rádio 
GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Petrobras anuncia mais um aumento da gasolina e diesel

Preço da gasolina sobe R$ 0,21 e o diesel sobe R$ 0,28
Petrobras anuncia mais um aumento da gasolina e diesel
Geral

Facebook derruba live de Bolsonaro

Presidente associou a vacina contra a covid-19 ao desenvolvimento mais rápido da Aids
Facebook derruba live de Bolsonaro
Geral

Caxias do Sul se inspira em Jaraguá para cumprir o Marco do Saneamento

Com mais de 520 mil habitantes, Caxias do Sul possui 10 Estações de Tratamento de Esgoto em funcionamento e será necessário construir outras seis unidades
Caxias do Sul se inspira em Jaraguá para cumprir o Marco do Saneamento
Economia

Presidente Bolsonaro afirma que governo não interferirá em preços

Governo discute futuro da Petrobras e não descarta privatização
Presidente Bolsonaro afirma que governo não interferirá em preços
Ver mais de Brasil