Lava-jato

PF prende policiais legislativos suspeitos de atrapalhar investigações

21 Out 2016 - 12h39
A Polícia Federal prendeu, na manhã desta sexta-feira (21), quatro policiais legislativos suspeitos de prestar serviço de contrainteligência para ajudar senadores investigados na Lava Jato e em outras operações. A suspeita é que esses policiais faziam varreduras nas casas dos políticos para, por exemplo, identificar e eliminar escutas instaladas com autorização judicial.

A operação se baseou no depoimento de um policial legislativo. Ele relatou à Procuradoria-Geral da República que o chefe da polícia do Senado teria realizado medidas de contrainteligência nos gabinetes e residências dos senadores Fernando Collor de Mello(PTC-AL), Edison Lobão (PMDB-MA) e do ex-senador José Sarney (PMDB-AP), que foi presidente do Senado.

 

As informações são do

Site G1

Matérias Relacionadas

Segurança

Micro-ônibus que transportava alunos cai em rio no Alto Vale do Itajaí

Acidente ocorreu no final da tarde desta sexta-feira (12)
Micro-ônibus que transportava alunos cai em rio no Alto Vale do Itajaí
Economia

Exportações catarinenses caem 5,5% no primeiro semestre

Recuo nas vendas de carnes de aves e de suínos e também de soja prejudicam desempenho no acumulado do ano; alta nas exportações de motores elétricos e madeira minimizam queda
Exportações catarinenses caem 5,5% no primeiro semestre
Geral

(VÍDEO) Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, registra quarta enchente em 2024

No fim de semana, a previsão de chuva indica volumes entre 50 e 70 milímetros acumulados, o que motivou a Defesa Civil a aumentar a cota de inundação para 8,5 metros e a cota de atenção para 9 metros
(VÍDEO) Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, registra quarta enchente em 2024
Segurança

Fugitivo do Rio de Janeiro é preso em Jaraguá do Sul

O crime aconteceu em 2023
Fugitivo do Rio de Janeiro é preso em Jaraguá do Sul
Ver mais de Brasil