PF

PF prende ex-servidores do Planejamento e dos Correios

23 Jun 2016 - 13h55
A Polícia Federal prendeu preventivamente em Brasília o ex-chefe da Assessoria Especial para Modernização da gestão do Ministério do Planejamento Valter Correia da Silva e o ex-vice-presidente de Gestão de Pessoas dos Correios Nelson Luiz Oliveira Freitas.

Também foi preso preventivamente o empresário Dércio Guedes de Souza, dono da JD2, que já havia sido alvo da fase Pixuleco 2 da Lava Jato.

Na Pixuleco 2, a PF descobriu que Correia da Silva era um dos destinatários da propina oriunda da Consist no âmbito do Ministério do Planejamento para renovar o termo de parceria entre a ABBC/Sinapp/Consist.

Preso na mesma fase, o vereador do PT de Americana, Alexandre Romano, assinou acordo de delação e contou aos investigadores que um terço da propina ficava com o ex-ministro Paulo Bernardo. Segundo o delator, em 2009 ele foi convidado pelo então tesoureiro do PT, Paulo Ferreira, para participar das tratativas da operação envolvendo a entidades Sinapp e ABBC.
Por sua vez, Nelson Luiz de Oliveira Freitas já estava na mira dos investigadores por suposto recebimento de propina em contrato da Postal Saúde, responsável por gerenciar o plano de assistência médica dos funcionários dos Correios.

O empresário Dércio de Souza e sua empresa, a JD2, já haviam sido alvo de busca e apreensão na Pixuleco por terem sido destinatários da propina da Consist.

 

Uol Noticias

Matérias Relacionadas

Esportes

Classificação do Inter garante Gre-Nal inédito pela Libertadores

Maior clássico do Rio Grande do Sul pode ter até 11 edições em 2020
Classificação do Inter garante Gre-Nal inédito pela Libertadores
Futebol

Técnico Valdir Espinosa morre aos 72 anos

No currículo, um mundial pelo Grêmio, um carioca pelo Botafogo e o bicampeonato do candangão com o Brasiliense em 2004/2005
Técnico Valdir Espinosa morre aos 72 anos
Saúde

Com 11 casos, SP lidera registro de suspeitos de coronavírus no país

O estado registrou o primeiro caso confirmado no país
Com 11 casos, SP lidera registro de suspeitos de coronavírus no país
Saúde

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de coronavírus no Brasil

Ministro concede entrevista coletiva sobre o assunto
Ministério da Saúde confirma primeiro caso de coronavírus no Brasil
Ver mais de Brasil