Prisão

PF prende empresário em Guarulhos por corrupção e lavagem de dinheiro

27 Out 2016 - 10h26
A Polícia Federal (PF) prendeu preventivamente na tarde de ontem(26) o empresário Mariano Marcondes Ferraz, executivo do Grupo Trafigura e representante da Decal do Brasil. A prisão ocorreu no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), de onde Ferraz embarcaria para Londres à noite. Ele é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF),  autor do pedido de prisão, o empresário efetuou, entre os anos de 2011 e 2014, o pagamento de propinas acima de US$ 800 mil ao então diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em razão de contratos firmados com a estatal. Os depósitos foram feitos em uma conta offshore, mantida no exterior, por um dos genros do ex-diretor.

Segundo o MPF, o empresário tem cidadania brasileira e italiana, trabalha e reside no exterior, e possui vultosos recursos depositados fora do Brasil. De acordo com o órgão, desde a deflagração da Lava Jato, Ferraz mudou o padrão de viagens internacionais. As informações são da Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Economia

Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro

Valor será creditado nesta segunda-feira (6) pelo banco
Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro
Saúde

Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19

Medicamento será o segundo do tipo a ser testado no Brasil
Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões

A quina teve 75 apostas vencedoras cada uma receberá R$ 36.939,97
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões
Economia

IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho

Resultado aponta estabilidade ante a semana anterior
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
Ver mais de Brasil