dengue
Brasil

PF e polícias estaduais estão investigando fake news sobre urnas, diz Jungmann

07 Out 2018 - 20h55
O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, classificou como inaceitável a disseminação de notícias falsas sobre as urnas eletrônicas.

O ministro falou a jornalistas quando as primeiras urnas foram fechadas, às 17h deste domingo, 7, no Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Segundo Jungmann, a Polícia Federal e as polícias estaduais estão investigando os responsáveis por disseminar notícias falsas sobre as urnas eletrônicas.

Desde o início da votação do primeiro turno das Eleições 2018, vídeos e notícias sobre falhas nas urnas foram transmitidas em redes sociais e aplicativos de mensagens.

Para o ministro, é inaceitável tentar fazer crer que as urnas são frágeis e passíveis de fraude. "Quero avisar que estamos chegando aos responsáveis e eles serão denunciados pelo MP e serão enquadrados em falsidade ideológica ou crime contra honra", disse Jungmann sobre os casos de fake news.

Matérias Relacionadas

Saúde

Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue

Números são divulgados pelo Ministério da Saúde
Brasil se aproxima de 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue
Política

Partidos vão receber R$ 4,9 bi para campanha nas eleições municipais

PL e PT são as legendas com maior volume de recursos
Partidos vão receber R$ 4,9 bi para campanha nas eleições municipais
Geral

Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa

Apesar dos impactos, 64,2% das empresas vão manter local de sedes
Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa
Economia

Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto

Valores variam conforme número de dias trabalhados no ano-base 2022
Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto
Ver mais de Brasil