Covid - 19
Pesquisa

Pesquisa indica ligeira queda no endividamento das famílias

04 Nov 2016 - 10h16
A proporção de famílias em todo o país com algum tipo de dívida atingiu, em outubro, 57,7%, taxa ligeiramente inferior ao percentual de setembro último (58,2%) e também abaixo de igual mês do ano passado (62,1%). É o que indica a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Apesar desse recuo, comparado a outubro do ano passado, cresceu a parcela dos endividados sem condições de quitar os seus débitos. O levantamento mostra que 9,4% dos entrevistados alegaram que não conseguirão pagar as suas dívidas – e a taxa é superior aos 8,5% registrados há um ano, porém, um pouco abaixo de setembro último (9,6%).

 

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Economia

Ministério mantém projeção de queda do PIB em 4,7% neste ano

Para 2021, projeção é de crescimento de 3,2% do PIB
Ministério mantém projeção de queda do PIB em 4,7% neste ano
Saúde

Uso de máscaras pode controlar covid-19 em até 8 semanas, diz CDC

Alerta é do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA
Uso de máscaras pode controlar covid-19 em até 8 semanas, diz CDC
Política

Para evitar contágio, TSE excluirá biometria nas eleições municipais

Decisão foi tomada após reunião de técnicos do tribunal com médicos
Para evitar contágio, TSE excluirá biometria nas eleições municipais
Futebol

Fla-Flu encerra Carioca marcado por polêmicas

Dupla se estranhou por reinício do Estadual e direitos de transmissão
Fla-Flu encerra Carioca marcado por polêmicas
Ver mais de Brasil