Covid - 19
Futebol

Paysandu surpreende e vence o Criciúma fora de casa

03 Ago 2016 - 15h05
O Paysandu se mostrou um visitante muito atrevido. Apostando no contra-ataque, o time conseguiu abrir o placar ainda no primeiro tempo, com o volante Lucas aproveitando vacilo da zaga do Criciúma.

A partida seguiu para o segundo tempo, e os visitantes conseguiram segurar o ataque do time da casa. Aos 15 minutos, o atacante Tiago Luis ampliou. Poucos minutos depois, o centroavante Alexandro teve chance de fazer o terceiro, em cobrança de pênalti, mas parou na defesa do goleiro Edson. O Criciúma até tentou descontar, mas o artilheiro Gustavo parou na trave. Já nos 45 minutos, Leandro Cearense tocou na saída do arqueiro e garantiu a vitória por 3 a 0.

Com o resultado, o Paysandu chegou a 25 pontos e subiu quatro posições, ocupando a 12ª posição da competição. Na próxima rodada, o time recebe o Ceará, vice-líder, no estádio Curuzu.

Já o Criciúma, que teve um ótimo início de Série B, estacionou nos 26 pontos e ocupa a nona colocação. O Náutico, sétimo colocado, é o adversário do Criciúma na próxima partida, na Arena Pernambuco.

O jogo

A partida começou muito morna. Com os dois times disputando a bola no meio-campo do estádio Heriberto Hulse, pouco conseguiram produzir. Quando colocou a bola no chão, o Paysandu conseguiu chegar mais. Aos 15 minutos, o meia Lucas chutou de fora da área e assustou o goleiro Luiz. Na sequência, Jhonnatan levantou bola perigosa na área e a zaga do Criciúma cortou.

Com uma proposta de jogo mais ofensiva, o time da casa mantinha mais posse de bola, mas não conseguia finalizar. Em um rápido contra-ataque, porém, os visitantes aprontaram. Depois de cruzamento da esquerda, o zagueiro Raphael Silva não alcançou a bola e o volante Lucas emendou para o fundo do gol: 1 a 0.

Com o revés sofrido, o Criciúma tentou correr atrás do prejuízo, mas não conseguia passar pela boa marcação do rival. Na volta do intervalo, o técnico Roberto Cavalo teve que queimar uma substituição por conta de uma lesão do goleiro e capitão Luiz, colocando Edson em seu lugar.

O Criciúma voltou finalizando mais no gol, mas sem muito perigo. O Paysandu, aproveitando muito bem as brechas dadas pela zaga do time da casa, ampliou. O atacante Tiago Luis cobrou falta de perna direita e acertou o ângulo do goleiro Edson, marcando um belo gol: 2 a 0.

O gol sofrido fez com que o técnico Roberto Cavalo abrisse mão da defesa e apostasse no ataque, colocando o atacante Niltinho no lugar do lateral Marlon. Aos 17 minutos, o Criciúma quase diminuiu: Elvis apareceu bem posicionado e soltou uma pancada, mas viu o goleiro Emerson realizar boa defesa.

Minutos depois, o zagueiro Raphael Silva cometeu pênalti em Alexandro. O atacante assumiu a responsabilidade e foi para a cobrança, porém, bateu fraco e viu o arqueiro Edson defender.

O Criciúma chegou perto de descontar. O artilheiro da Série B, Gustavo, recebeu cruzamento e subiu mais alto que o marcador para testar firme e acertar a trave. Perto do fim, o zagueiro Diego Giaretta também teve uma boa chance, mas acabou desperdiçando.

Já nos acréscimos, o atacante Leandro Cearense, que entrou no lugar de Alexandro, deixou o dele: após rápido contra-ataque, o jogador deu um belo toque na saída do goleiro e fechou o placar em 3 a 0.

FICHA TÉCNICA:
CRICIÚMA 0 X 3 PAYSANDU


Local: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (SC)
Data: 2 de agosto de 2016, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)
Assistentes: Luis Filipe Gonçalves Correa e Oberto Santos da Silva (ambos PB)
Cartões amarelos: Alexandro, Ricardo Capanema e Augusto Recife (Paysandu)
GOLS: Lucas aos 27 minutos do primeiro tempo, Tiago Luis aos 15 do segundo tempo e Leandro Cearense aos 45 (Paysandu)

CRICIÚMA: Luiz (Edson); Ricardinho, Raphael Silva, Diego Giaretta e Marlon (Niltinho); João Afonso, Douglas Moreira, Elvis e Juninho (Andrew); Roberto e Gustavo. Técnico: Roberto Cavalo

PAYSANDU: Emerson; Roniery, Fernando Lombardi, Gilvan e João Lucas; Ricardo Capanema, Lucas, Jhonnatan (Domingues) e Augusto Recife; Tiago Luis (Celsinho) e Alexandro. Técnico: Rogerinho Gameleira

Matérias Relacionadas

Política

Fiocruz e dois hospitais devem criar protocolos para eleições, diz TSE

A medida se deve a pandemia do novo coronavírus
Fiocruz e dois hospitais devem criar protocolos para eleições, diz TSE
Economia

Mercado financeiro projeta queda de 6,1% na economia neste ano

A informação foi divulgada hoje pelo Banco Central
Mercado financeiro projeta queda de 6,1% na economia neste ano
Política

Eleições 2020: prazo final para registro de candidatos vai até 26 de setembro

Cada partido político ou coligação poderá solicitar à Justiça Eleitoral o registro de um candidato a prefeito e um a vice-prefeito. Somente partidos poderão requerer o registro de candidatos a vereador, no limite de uma vez e meia ao do número de vagas di
Futebol

Libertadores volta em 15 setembro; Sul-Americana, em 27 de outubro

Finais deverão acontecer em janeiro de 2021
Libertadores volta em 15 setembro; Sul-Americana, em 27 de outubro
Ver mais de Brasil