CMJS - Novembro
Futebol

Paraná apenas empata com o Avaí e deixa o G-4 escapar

06 Jul 2016 - 15h35
Com o resultado, a equipe paranista chegou aos 24 pontos, na quinta colocação, enquanto o Avaí, com 19 pontos, sobe para a 12ª colocação.

O Paraná começou pressionado e incendiando o torcedor. Logo aos dois minutos, Rafael Carioca deixou o adversário para trás e cruzou na cabeça de Válber, que desviou pela linha de fundo. A partida ficou parada por alguns minutos depois que o goleiro Renan sentiu um mal-estar, mas retornou para o jogo.

Com a bola rolando, aos 13 minutos, Válber chegou pela lateral, entrou na área e arrematou em cima do zagueiro catarinense. O Avaí tentava tocar bola para evitar os avanços do adversário, mas não passava da intermediária do Tricolor.

A primeira chance só veio aos 20 minutos, com Caio César pegando de primeira na entrada da área para boa defesa de Marcos. A resposta veio aos 27, com Rafael Carioca, que fez linda finta sobre Renato e fuzilou para defesa de Renan.

Com mais posse de bola, o Paraná tinha dificuldade no último passe. Aos 38 minutos, Lúcio Flávio até conseguiu balançar a rede em toque e cabeça, mas a arbitragem anulou o lance marcando falta de ataque. Aos 42 minutos, mais Lúcio Flávio, que desta vez tentou partir para a jogada individual e saiu com bola e tudo pela linha de fundo.

Para a etapa final, o Avaí retornou com Judson no lugar de William, reforçando o meio-campo. Aos quatro minutos, após troca de passes, a bola sobrou com liberdade para Rômulo, que subiu para testar nas mãos de Marcos. O ritmo da partida depois do intervalo caiu muito, ficando truncada, com erros de passes e muitas faltas.

Em cobrança de falta, aos 18 minutos, Renato colocou muito efeito e a bola foi direto pela linha de fundo, sem perigo. Também de bola parada, e com melhor mira, Murilo Rangel bateu e Renan espalmou para escanteio. Os dois treinadores aproveitaram para queimar todas as alterações pra tentar algo mais na reta final da partida, que seguia muito ruim.

Aos 31 minutos, Lucas Fernandes tentou o cruzamento duas vezes para Capa, que da segunda vez testou para fora. Aos 39 minutos, Pitty enfiou a bola ao adversário, mas Rômulo chutou errado, para longe da meta. Aos 44 minutos, Renato, de frente para o gol, furou e perdeu a grande chance de abrir o placar.

Na próxima rodada, o Paraná Clube volta a campo na terça-feira, quando recebe o Paysandu, na Vila Capanema. Já o Avaí joga apenas na outra sexta-feira, contra o Oeste, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA:
PARANÁ 0 X 0 AVAÍ


Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR)
Data: 05 de julho de 2016, terça-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Renan Roberto de Souza (PB)
Assistentes: Oberto Santos da Silva (PB) e José Maria de Lucena Netto (PB)
Cartões amarelos: Robson e Alisson (Paraná); William, Luan, Gabriel, Renato, Judson e Caio César (Avaí)

PARANÁ: Marcos; Diego Tavares, Pitty, Alisson e Rafael Carioca; Basso, Válber, Murilo Rangel e Robson (Henrique); Lúcio Flávio (Robert) e Claudevan (Nadson). Técnico: Marcelo Martelotte

AVAÍ: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Gabriel e Capa; Luan, Caio César (Célio Santos), Renato e Diego Jardel (Lucas Fernandes); Romulo e William (Judson). Técnico: Paulo Periera (interino)

Matérias Relacionadas

Economia

Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre

IBC-Br avalia atividade econômica e influencia decisões sobre Selic
Atividade econômica cresce 0,91% no terceiro trimestre
Educação

Mais de 95% das crianças brasileiras frequentam escola, diz pesquisa

O levantamento aponta que 95,3% das crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos frequentam regularmente a escola
Mais de 95% das crianças brasileiras frequentam escola, diz pesquisa
Saúde

SUS pretende usar inteligência artificial para agilizar atendimentos

De acordo com o ministério, dados como vacinação, procedimentos cirúrgicos, exames, consultas regulares e medicamentos receitados constarão na ficha médica do paciente
SUS pretende usar inteligência artificial para agilizar atendimentos
Brasil

Planta unha-de-gato pode combater tumores, descobrem cientistas brasileiros

A planta está na lista medicinal do SUS há mais de 10 anos
Planta unha-de-gato pode combater tumores, descobrem cientistas brasileiros
Ver mais de Brasil