Futebol

Ofensivo, Coritiba tenta reverter desvantagem diante do Belgrano na Sul-Americana

28 Set 2016 - 15h10
O técnico Paulo César Carpegiani sinalizou durante os treinamentos que precisar ser ousado. Na defesa as novidades ficam por conta da volta de Walisson Mia e Juan, que novamente pode jogar improvisado na lateral. Já o ataque deve ser formado pelo quarteto Iago, Vinícius, Leandro e Kazim.

O atacante Leandro, aliás, uma das novidades no time, viajou confiante, mesmo sabendo do cenário que encontrara em Córdoba, ou seja, uma torcida alucinada. "Eles fizeram dois gols aqui, a gente consegue fazer lá. A torcida não influencia. Dentro de campo, são 11 contra onze. Nós temos que estar bem psicologicamente para estar bem. Estamos preparados e vamos com tudo para buscar a classificação", garantiu.

Porém, apesar do discurso otimista, minimizando o efeito torcida, a expectativa é de casa cheia e com uma torcia empolgada, que mesmo longe de casa, em Curitiba, já fez uma festa incrível para seu primeiro jogo internacional fora da Argentina. O técnico Esteban González deve manter a mesma formação, mais uma vez contando com o bom futebol do meia Matias Suarez que fez a diferença na capital paranaense.

Matérias Relacionadas

Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Futebol

Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio

Apesar da má atuação a equipe de Odair Hellmann garantiu a liderança do Grupo B
Fluminense avança e Vasco é eliminado da Taça Rio
Geral

Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone

O governador de Santa Catarina Carlos Moisés confirmou que vai decretar estado de calamidade pública no estado por conta dos estragos.
Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone
Saúde

Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados

Até o momento, 852 mil pessoas se recuperaram da doença
Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados
Ver mais de Brasil