GNet
Tempo

Número de aposentadoria aumenta 16,5% no ano

26 Set 2016 - 11h37
O impacto das greves do INSS e a insegurança sobre o que virá com a reforma da Previdência levaram a um aumento nas concessões de aposentadoria. Segundo dados da Previdência Social, o número de benefícios no período de janeiro a agosto foi de 3,539 milhões - 16,5% superior ao de igual período do ano passado, quando o número chegou a 3,035 milhões. Somente em agosto, o número aumentou 87% ante o mesmo mês de 2015.

Para especialistas, esse número representa, em parte, a pressa de quem teme trabalhar mais. Também entra nessa conta os pedidos do ano passado que ficaram atrasados por causa das greve dos peritos, entre setembro de 2015 e fevereiro de 2016, e dos servidores administrativos do INSS, de julho a setembro de 2015.

O número ainda conta com corrida após a instituição da fórmula 85/95, segundo a qual a mulher poderia ter aposentadoria integral quando a soma do tempo de contribuição e da idade fosse 85 e o homem, 95.

Idade

Segundo Jose Roberto Savoia, professor da Saint Paul Escola de Negócios e ex-secretário de Previdência Complementar, esse fenômeno é normal apesar de o governo ainda não ter batido o martelo sobre o que será proposto na reforma. "Aconteceu com a reforma em 1997 e em 2002. É um reflexo da ansiedade das pessoas em não saber como será", explica.

 

AS informações são do

Jornal O Estado de São Paulo
GNet

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa: dois casos da variante Ômicron são identificados no Brasil

Instituto Adolfo Lutz vai fazer análise confirmatória
Anvisa: dois casos da variante Ômicron são identificados no Brasil
Política

Presidente Bolsonaro assina filiação ao PL

O ato de assinatura da ficha de filiação ocorreu na manhã de hoje
Presidente Bolsonaro assina filiação ao PL
Economia

Governo pede devolução de auxílio emergencial recebido indevidamente

Fraudes e irregularidades também podem ser denunciadas
Governo pede devolução de auxílio emergencial recebido indevidamente
Economia

Primeira parcela do décimo terceiro deve ser paga até hoje

Segunda metade deverá ser depositada até 20 de dezembro
Primeira parcela do décimo terceiro deve ser paga até hoje
Ver mais de Brasil