Eleições 2020
Pedido

Negado pedido de liberdade do ex-senador Gim Argello

25 Nov 2016 - 10h15
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki negou nesta quinta-feira (24) um pedido de liberdade feito pela defesa do ex-senador Gim Argello, preso desde abril em uma das fases da Operação Lava Jato

Gim Argello foi condenado em outubro pelo juiz federal Sérgio Moro, do Paraná, a 19 anos de prisão, inicialmente, em regime fechado. A sentença foi dada em uma ação da operação Lava Jato pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e obstrução à investigação.

Na decisão, Teori diz considerar que não há ilegalidade no decreto de prisão, que apontou risco de que Gim Argello continue a cometer crimes. O pedido de liberdade ainda será analisado pela Segunda Turma do Supremo, em data ainda não definida. As informações são do G1.

Matérias Relacionadas

Economia

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 45 milhões

O volante, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.
Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 45 milhões
Economia

Procura das empresas por crédito tem queda de 3,3% em setembro

É o terceiro mês consecutivo de queda
Procura das empresas por crédito tem queda de 3,3% em setembro
Saúde

Termina oficialmente na sexta-feira a campanha vacinação

Crianças de 1 a menos de cinco anos devem ser imunizadas contra a pólio; menores de 15 anos recebem a multivacinação
Termina oficialmente na sexta-feira a campanha vacinação
Geral

CNJ quer estimular leitura e esporte para ressocializar presos

Proposta contempla redução da pena de presos já condenados
CNJ quer estimular leitura e esporte para ressocializar presos
Ver mais de Brasil