Premix Concreto
Justiça

Negado pedido de liberdade a ex-tesoureiro do PT

14 Jul 2016 - 09h25
O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) negou pedido de liberdade a Paulo Ferreira, ex-deputado e ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) preso na “Operação Custo Brasil”.  Paulo Ferreira obteve, no entanto, autorização para visitar o pai, que se encontra em estado gravíssimo de saúde. Os detalhes serão definidos pelo juiz de primeiro grau.

No último dia 29, a Justiça Federal liberou o ex-ministro Paulo Bernardo e outros sete presos na Operação Custo Brasil, após habeas corpus concedido pelo ministro Paulo Dias Tóffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF).

No entanto, Paulo Ferreira e Nelson de Freitas foram manidos presos, porque o juiz federal de primeira instância entendeu que contra eles havia prova concreta de tentativa de influência nos depoimentos dos colaboradores da investigação.

Ferreira, então, recorreu ao TRF3 pedindo a extensão a ele dos efeitos da decisão do STF. Ao analisar o pedido de liminar no habeas corpus, a relatora, assim como o juiz de primeiro grau, também considerou que a situação de Paulo Ferreira possui particularidades que não permitem a extensão do entendimento do STF que colocou em liberdade outros investigados na operação.

 

 

Fonte - G1 Brasília

Matérias Relacionadas

Segurança

PRF confirma 10 mortes em acidente com ônibus em Minas Gerais

Segundo a PRF, o ônibus tem placa de Alagoas, mas ainda não se sabe a origem, nem o destino da viagem.
Geral

Em live, Bolsonaro pede que população economize energia elétrica

Presidente alertou sobre baixo nível de reservatórios
Em live, Bolsonaro pede que população economize energia elétrica
Economia

PIB cresce 7,7% do segundo para o terceiro trimestre, diz IBGE

Apesar do crescimento, economia não recuperou perdas da pandemia
Saúde

Câmara aprova MP que destina R$ 1,995 bi para compra de vacina

Texto segue para votação no Senado
Câmara aprova MP que destina R$ 1,995 bi para compra de vacina
Ver mais de Brasil