Banner Proauto
Cunha

Moro ouve testemunhas de defesa em ação contra Eduardo Cunha

07 Dez 2016 - 10h15
O juiz federal Sérgio Moro ouve, nesta quarta-feira (7), seis testemunhas de defesa arroladas pelos advogados do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em processo da Operação Lava Jato.

Os depoimentos começam às 9h30, sendo primeiro a falar o ex-deputado federal João Lúcio Magalhães Bifano. Depois, é a vez do vice-governador de Minas Gerais, Antônio Eustáquio Andrade Ferreira, com audiência marcada para as 9h50.

O deputado federal Leonardo Lemos Barros Quintão (PMDB-MG) é o terceiro a ser ouvido, às 10h15. Em seguida, às 10h30, fala José Saraiva Felipe, também deputado federal pelo PMDB de Minas Gerais.

José Múcio Monteiro, ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), presta depoimento às 10h40. A última testemunha a ser ouvida é Henrique Eduardo Lyra Alves, ex-ministro do Turismo nos governos Dilma Rousseff e Michel Temer, às 14h.

Preso, em 19 de outubro, Cunha é acusado de receber propina de contrato de exploração de Petróleo no Benin, na África, e de usar contas na Suíça para lavar o dinheiro. Os advogados de Cunha negaram as acusações e criticam o Ministério Público Fedederal (MPF), dizendo que os procuradores não explicaram qual seria a participação do ex-deputado no esquema descoberto na Petrobras.

 

G1

Matérias Relacionadas

Saúde

HIV: Brasil tem 694 mil pessoas em terapia antirretroviral

Só neste ano, 45 mil pessoas iniciaram o tratamento no país
HIV: Brasil tem 694 mil pessoas em terapia antirretroviral
Segurança

Família do Rio Grande do Sul que estava de mudança perde tudo após acidente em Jaraguá

A família iria começar uma empresa de higienização na cidade e estava de mudança para o bairro Três Rios do Norte.
Família do Rio Grande do Sul que estava de mudança perde tudo após acidente em Jaraguá
Esportes

Justiça determina realização de novas eleições para a CBF

Nova assembleia deverá ser feita em 30 dias
Justiça determina realização de novas eleições para a CBF
Geral

Caso da Boate Kiss vai a júri oito anos após tragédia

Incêndio em Santa Maria (RS) matou 242 pessoas e deixou 636 feridas
Caso da Boate Kiss vai a júri oito anos após tragédia
Ver mais de Brasil