Caraguá
TSE

Ministra do TSE nega liberdade a Anthony Garotinho

17 Nov 2016 - 10h17
A ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou na noite desta quarta-feira (16) um pedido de liberdade movido mais cedo pela defesa do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, preso pela Polícia Federal.

Preso por suspeita de envolvimento com um esquema de compra de votos, Garotinho passou mal e foi levado para o hospital Souza Aguiar, no Centro, no fim da tarde desta quarta, onde passou por uma avaliação médica.

No pedido de prisão de Garotinho, aceito pelo juiz Glaucenir Silva de Oliveira, a Justiça Eleitoral de Campos dos Goytacazes (RJ) – cidade onde o ex-governador ocupa o cargo de secretário de Governo – apontou compra de voto, associação criminosa e coação.

Garotinho foi preso nesta quarta na Operação Chequinho, que apura fraudes no programa Cheque Cidadão. As informações são do G1.

Matérias Relacionadas

Geral

Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30

Comprovação deve ser feita no banco onde beneficiário recebe dinheiro
Prazo para prova de vida de servidores aposentados acaba dia 30
Educação

UniSociesc amplia portfólio de pós-graduação de seis meses

A partir de agora serão ofertados 32 cursos lato sensu nesta modalidade em oito áreas do conhecimento
UniSociesc amplia portfólio de pós-graduação de seis meses
Saúde

Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos

Em 2020, recusa à doação de órgãos por parentes ficou em 37,8%
Campanha foca em conversa com família para aumentar doação de órgãos
Política

Empresário Luciano Hang deve depor na CPI da Covid

Em comunicado, o empresário afirmou que desde o princípio defendeu que era preciso cuidar da saúde sem descuidar da economia
Empresário Luciano Hang deve depor na CPI da Covid
Ver mais de Brasil