Mercado

Mercado tem 22,9 milhões de trabalhadores subutilizados

22 Nov 2016 - 13h00
A taxa composta da subutilização da força de trabalho no país ficou em 21,2%, chegando a 22,9 milhões de pessoas, acima dos 20,9% registrados nos três meses anteriores e dos 18% referentes ao mesmo período de 2015. A subutilização abrange pessoas desocupadas e as que queriam trabalhar mais horas.

No país, a maior taxa da subutilização da força de trabalho foi observada no Nordeste (31,4%), e a menor na região Sul (13,2%). Os estados que registraram as maiores taxas foram Bahia (34,1%), Piauí (32,6%) e Maranhão e Sergipe (ambos com 31,9%). Na outra ponta, estão Santa Catarina (9,7%), Mato Grosso (13,2%) e Paraná (14,2%).

Os dados, que consideram as taxas de desocupação, de desocupação por insuficiência de horas e da força de trabalho potencial  foram divulgados nesta terça-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As informações são do G1

Matérias Relacionadas

Segurança

Dois celulares são roubados ou furtados por minuto no Brasil

Aparelhos são porta de entrada para outros crimes como golpes virtuais
Dois celulares são roubados ou furtados por minuto no Brasil
Saúde

Governo Sanciona Lei que Incentiva Diagnóstico Tardio do Autista em Adultos e Idosos em SC

Projeto de Lei é de autoria do deputado estadual Vicente Caropreso
Governo Sanciona Lei que Incentiva Diagnóstico Tardio do Autista em Adultos e Idosos em SC
Segurança

Brasil registrou um estupro a cada seis minutos em 2023

76% dos casos correspondem ao crime de estupro de vulnerável, com vítimas menores de 14 anos
Brasil registrou um estupro a cada seis minutos em 2023
Esportes

No Rio Grande do Sul, Jaraguá Futsal encara o Atlântico pela Liga Nacional

As duas equipes vivem grande momento e fazem um confronto direto pelas primeiras posições
No Rio Grande do Sul, Jaraguá Futsal encara o Atlântico pela Liga Nacional
Ver mais de Brasil