Mercado

Mercado piora previsão para o PIB de 2016

05 Set 2016 - 12h36
Os economistas do mercado financeiro pioraram sua estimativa para a contração do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, mas passaram a prever um crescimento maior da economia em 2017 com menos pressões inflacionárias no ano que vem.

As expectativas foram coletadas pelo Banco Central na semana passada e divulgadas nesta segunda-feira (5), por meio do relatório de mercado, também conhecido como Focus. Mais de 100 instituições financeiras foram ouvidas.

Para o PIB de 2016, a previsão do mercado financeiro passou de um encolhimento de 3,16%, na semana retrasada, para um "tombo" maior, de 3,20% na última semana.

Com a previsão de um novo "encolhimento" do PIB neste ano, essa também será a primeira vez que o país registra dois anos seguidos de queda no nível de atividade da economia – a série histórica oficial, do IBGE, tem início em 1948. No ano passado, o recuo foi de 3,8%, o maior em 25 anos.

A revisão na estimativa do mercado aconteceu após a divulgação do PIB do segundo trimestre pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) - que registrou contração de 0,6% na comparação com os três primeiros meses deste ano. Foi o sexto trimestre seguido de queda do PIB que, em valores correntes, chegou a R$ 1,5 trilhão.

Para o comportamento do Produto Interno Bruto em 2017, os economistas das instituições financeiras elevaram sua previsão de uma alta de 1,23% para um crescimento de 1,30%, informou o BC.

O PIB é a soma de todos os bens e serviços feitos em território brasileiro, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o comportamento da economia brasileira. As informações são do G1.

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19

Medicamento será o segundo do tipo a ser testado no Brasil
Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões

A quina teve 75 apostas vencedoras cada uma receberá R$ 36.939,97
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões
Economia

IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho

Resultado aponta estabilidade ante a semana anterior
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Ver mais de Brasil