Eleições 2020
Corrupção

Maracanã seria uma das fontes de corrupção de Sérgio Cabral

17 Nov 2016 - 13h00
A dupla investigação da Polícia Federal, envolvendo delações feitas em Curitiba e no Rio de Janeiro, sobre diferentes subornos para o ex-governador Sérgio Cabral, aponta que o mais famoso estádio de futebol do Brasil foi fonte de corrupção.

A Operação Calicute elenca propinas para a reforma do Maracanã, com vistas à Copa de 2014, como um dos motivos para a prisão de Sérgio Cabral. Outras obras são o denominado PAC Favelas e o Arco Metropolitano, financiadas ou custeadas com recursos federais. Em todas elas há participação das empreiteiras Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia, cujos dirigentes se transformaram em delatores na Justiça Federal.

O cálculo do Ministério Público Federal é que essas três obras – e também desvios ocorridos na usina nuclear Angra 3 – somam irregularidades que alcançam R$ 224 milhões. As informações são do Jornal Zero Hora.

Matérias Relacionadas

Economia

Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS

A nova possibilidade poderá ser usada em 2021
Pix poderá ser usado para recolhimento do FGTS
Economia

Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio

Pesquisa foi feita pela Fundação Getulio Vargas
Confiança do Consumidor tem primeira queda desde maio
Educação

Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior

Em 2018, as matrículas dos calouros representavam 39,8% do total
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
Esportes

Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense

Empate mantém a equipe do Tubarão na liderança do Grupo C, enquanto o Jaraguá sobe para o quinto lugar.
Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense
Ver mais de Brasil