estupro

Mais de cinco pessoas foram estupradas por hora no Brasil em 2015, aponta relatório

04 Nov 2016 - 11h55

A informação foi divulgada no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. De acordo com o documento, o país registrou mais de 45 mil e 400 casos de estupro em 2015. Apesar de esse número representar uma queda de quase cinco mil casos em relação a 2014, o anuário mostrou que não é possível concluir com certeza se realmente houve uma redução nos casos de estupro, uma vez que grande parte das vítimas não denuncia o crime.


Justamente por isso, há uma estimativa no documento de que podem ter acontecido entre 130 mil e 454 mil estupros no Brasil no ano passado. O número mínimo toma como base estudos internacionais que mostram que apenas 35 por cento das vitimas de estupro costumam prestar queixa. Já o número máximo, de 454 mil, se apoia em uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o Ipea. A pesquisa mostra que, no Brasil, apenas 10 por cento dos casos de estupros são denunciados à polícia.


Segundo o relatório, São Paulo foi o estado que mais registrou notificações de violência sexual, com 20,4 por cento dos estupros no país, o que corresponde a nove mil 265 casos denunciados. Já Roraima, foi o estado que menos registrou casos de violência com sexual no ano passado, com 180 assédios denunciados.

Matérias Relacionadas

Geral

Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone

O governador de Santa Catarina Carlos Moisés confirmou que vai decretar estado de calamidade pública no estado por conta dos estragos.
Bolsonaro vai sobrevoar regiões atingidas por ciclone
Saúde

Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados

Até o momento, 852 mil pessoas se recuperaram da doença
Covid-19: país tem 61,8 mil mortes e 1,49 milhão de casos confirmados
Futebol

Flamengo e Botafogo avançam às semifinais da Taça Rio

Dupla aguarda definição dos adversários nesta quinta
Flamengo e Botafogo avançam às semifinais da Taça Rio
Geral

Malwee é a primeira marca de moda brasileira a lançar linha de máscaras e t-shirts antivirais

As máscaras seguem o padrão de tripla proteção recomendado pela OMS, com 3 camadas de tecido 100% algodão, sendo as duas primeiras com repelência à água e a última camada antiviral
Malwee é a primeira marca de moda brasileira a lançar linha de máscaras e t-shirts antivirais
Ver mais de Brasil