GNet
Liga Sul-Minas-Rio

Liga Sul-Minas-Rio mira agora grandes paulistas

02 Out 2015 - 14h41
Como objetivo imediato após a visita à sede da CBF, na última quinta-feira, o CEO da Liga Sul-Minas-Rio, Alexandre Kalil, tem a negociação dos direitos de transmissão, patrocínios e naming rights do campeonato. A sua agenda à frente da entidade não deverá se restringir apenas aos seus filiados, no entanto: um dos próximos passos é estabelecer uma linha de contato com os grandes de São Paulo.

Esse é um dos planos a longo prazo traçado por seus 15 fundadores.

Os dirigentes não escondem enxergar na Sul-Minas-Rio o embrião para uma Liga Nacional.

O próprio discurso de Kalil é para a entrada da competição no calendário ocupando, a princípio, somente datas no primeiro semestre, não descartando o seu desdobramento mais adiante por toda a temporada.

Em conversa informal recente, o São Paulo foi um dos que acenou positivamente para a possibilidade. O clube tentou no ano passado, através do presidente Carlos Miguel Aidar, convocar os demais para abordar o assunto em seu estádio, o Morumbi, e não teve o retorno esperado.

Com contrato recém-renovado no estadual, ele não vislumbra qualquer chance de diálogo sobre o eventual retorno do Rio-São Paulo com a ausência da dupla Fla-Flu.

No Estado, o Santos é um dos reticentes a afastar o poder da CBF.

Esse não é inicialmente o desejo da Liga Sul-Minas-Rio.

A discussão ainda precisa ser aprofundada internamente, mas a ideia é repetir o formato da Copa do Nordeste e deixar a cargo da CBF, ao menos, o comando da arbitragem em acordo descrito entre os dirigentes como um "convênio" entre as partes. O mesmo acontecia na extinta Sul-Minas.

Prometendo uma resposta até o sábado, a CBF não diz publicamente acreditar que entidade tenha aspirações nacionais.

"Não creio nisso. Não parece existir esse movimento", afirma o secretário-geral Walter Feldman ao ESPN.com.br.

O presidente Marco Polo Del Nero mantém discurso confuso sobre o campeonato. Apesar de ter deixado claro o seu desejo de "abraçá-lo", ele afirmou a cartolas, na semana passada, durante o sorteio da Copa do Nordeste, que nada sairá do papel sem a anuência de seus aliados.

A Liga Sul-Minas-Rio é formada por 15 clubes: América-MG, Avaí, Atlético-MG, Atlético-PR, Chapecoense, Coritiba, Criciúma, Cruzeiro, Figueirense, Fluminense, Flamengo, Internacional, Joinville, Grêmio e Paraná.
GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Câmara aprova valor fixo para cobrança do ICMS para combustíveis

Texto segue para o Senado
Câmara aprova valor fixo para cobrança do ICMS para combustíveis
Saúde

Pandemia derrubou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Cerca de 3,7 milhões de atendimentos deixaram de ser feitos
Pandemia derrubou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020
Economia

Mega-Sena sorteia nesta quarta prêmio acumulado em R$ 6,5 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h, no horário de Brasília
Mega-Sena sorteia nesta quarta prêmio acumulado em R$ 6,5 milhões
Geral

Futuro da energia: economizar é fundamental

Ações para redução de consumo vão de consumidores a usinas
Futuro da energia: economizar é fundamental
Ver mais de Brasil