Preços

Leite deve continuar caro nos próximos meses

20 Jul 2016 - 10h42
A alta de preços dos principais produtos que fazem parte da alimentação do brasileiro está surpreendendo muitos consumidores. Após a crise de abastecimento do feijão, cujo preço subiu 41,78% de maio a junho deste ano, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), agora é a vez do leite pesar no orçamento do brasileiro. No mês passado, o litro do leite longa vida ficou 10,16% mais caro, de acordo com o IPCA. Atualmente o produto é vendido por mais de R$ 4 reais no varejo.

Os motivos para o encarecimento do leite e de seus derivados estão no campo. As razões são basicamente o clima desfavorável e o aumento de custo da ração animal, que provocaram queda na oferta de leite. Com a crise econômica e a redução de poder de compra do consumidor, a demanda também deve ser pressionada. “Como o leite está muito caro, existe o movimento de consumidores comprando leite em pó, que tem um rendimento maior. O consumidor vai procurar alternativas para não pagar pelo leite longa vida”, diz Natália.

 

Leite brasileiro


A produção brasileira de leite recuou. Segundo o IBGE, no 1º trimestre de 2016 a aquisição de leite cru feita pelos laticínios foi de um total de 5,86 bilhões de litros. Esse número representa um recuo de 6,8% em relação ao quatro trimestre do ano passado e queda de 4,5% se comparado com o 1º trimestre de 2015.

Matérias Relacionadas

Política

Bolsonaro exonera secretário especial da Cultura, Roberto Alvim

Alvim divulgou vídeo que remete a trechos de discurso de Goebbels
Bolsonaro exonera secretário especial da Cultura, Roberto Alvim
Educação

Enem libera notas nesta sexta-feira; veja como recuperar senha

Quase 4 milhões de participantes terão acesso aos resultados
Enem libera notas nesta sexta-feira; veja como recuperar senha
Economia

Caixa e Banco do Brasil começam a pagar hoje abono do PIS/Pasep

Caixa e Banco do Brasil começam a pagar hoje abono do PIS/Pasep
Política

Toffoli adia por 6 meses implementação do juiz de garantias

Adoção da nova função estava prevista para o dia 23 deste mês
Toffoli adia por 6 meses implementação do juiz de garantias
Ver mais de Brasil