Serviço

Justiça Eleitoral lança serviço online para denunciar propaganda irregular

26 Jul 2016 - 13h39
Está disponível na página do Tribunal Regional Eleitoral o sistema “Denúncia On line” para denúncia de propaganda eleitoral irregular feita nas ruas ou na internet. Também poderão ser denunciados os casos de propaganda extemporânea, ou seja, as que ocorrerem antes do dia 16 de agosto - data marcada pela legislação para o início da propaganda eleitoral em geral.

Nas últimas eleições municipais, em 2012, o número de denúncias recebidas por meio do sistema chegou a 11.661. No “Denúncia On line”, o cidadão preenche um formulário, a ser direcionado à zona eleitoral onde ocorreu a irregularidade e que será encarregada da fiscalização da propaganda eleitoral. O denunciante receberá um número de registro com o qual pode consultar o andamento do processo. Constatada a irregularidade, o juiz da zona eleitoral poderá determinar a retirada da propaganda.

O sistema não aceita denúncias anônimas, sendo obrigatória a identificação do denunciante, mas os dados pessoais ficarão restritos à Justiça Eleitoral e não constarão do expediente instaurado para constatação da irregularidade.

O cidadão também pode denunciar pessoalmente, no cartório ou no Ministério Público. Além disso, os próprios servidores dos cartórios eleitorais, se constatarem irregularidades, podem notificá-las ao juiz. Eles também estarão incumbidos das diligências para confirmação dos casos.

O Denúncia On line não responderá a consultas e não receberá denúncias de propagandas eleitorais relativas a rádio, TV e jornais – que têm um tipo de tramitação específica. Vale lembrar também que esse é um sistema específico para denúncias de propaganda e não poderá ser utilizado para denúncias de outros assuntos ligados às eleições.

 

As informações são do Tribunal Superior Eleitoral

Matérias Relacionadas

Economia

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 milhões no sábado

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 milhões no sábado
Saúde

Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus em Santa Catarina e afirma que não há casos da doença no Brasil

Segundo o Ministério da Saúde, os coronavírus são uma grande família viral que causa infecções respiratórias em seres humanos e em animais
Ministério da Saúde descarta suspeita de coronavírus em Santa Catarina e afirma que não há casos da doença no Brasil
Segurança

Lei anticrime entra em vigor hoje

Projeto foi sancionado pelo governo em 24 de dezembro de 2019
Educação

Mais de 990 mil estudantes já se inscreveram no Sisu

O período para inscrições fica aberto até as 23h59 de domingo (26)
Mais de 990 mil estudantes já se inscreveram no Sisu
Ver mais de Brasil