GNet
Temer

Juízes do TSE querem delações em ação contra Dilma e Temer

12 Ago 2016 - 13h31
Ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) querem que sejam incluídas nos processos de cassação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer delações recentes da Operação Lava-Jato que podem comprometer o presidente interino. Nos bastidores, integrantes da Corte já cogitam a possibilidade de pedir os documentos para o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos do esquema de desvios da Petrobras na Justiça Federal em Curitiba. Moro já encaminhou para o tribunal vários documentos para subsidiar o processo contra a chapa vitoriosa nas eleições de 2014, mas as delações mais recentes ainda não foram formalmente pedidas.

Por enquanto, as delações que mencionam supostas irregularidades cometidas por Temer não foram homologadas pela Justiça. Por isso, devem ser mantidas em sigilo. Depois de homologadas, essas delações poderão ser compartilhadas. A relatora dos processos no TSE, ministra Maria Thereza de Assis Moura, fica no cargo até o fim do mês. Como a homologação deve levar mais tempo para ocorrer, a decisão de pedir o compartilhamento da prova caberá ao próximo corregedor do tribunal, ministro Herman Benjamin.

 

Informações do jornal

O Globo
GNet

Matérias Relacionadas

Segurança

Família do Mato Grosso do Sul procura por homem desaparecido em Jaraguá

Segundo a sobrinha, o homem possui problemas de memória o que dificulta ser encontrado.
Família do Mato Grosso do Sul procura por homem desaparecido em Jaraguá
Economia

Rede Cooper é a cooperativa de alimentos mais lembrada pelos catarinenses

Resultado faz parte do prêmio Top Of Mind 2021
Rede Cooper é a cooperativa de alimentos mais lembrada pelos catarinenses
Geral

WEG desenvolve linha de revestimentos nanoestruturados em parceria com as Empresas Randon

Mais sustentável, mais resistente à corrosão e com melhor performance de brilho e cor, a linha New Tech chega ao mercado isenta de solventes, a base d'água e de nanopartículas.
WEG desenvolve linha de revestimentos nanoestruturados em parceria com as Empresas Randon
Política

Ministro Tarcisio diz que obras em SC têm recursos suficientes

Ministro se pronunciou sobre o corte de quase R$ 40 milhões destinados para obras nas rodovias federais catarinenses
Ministro Tarcisio diz que obras em SC têm recursos suficientes
Ver mais de Brasil