Banner Proauto
Emprego

Jovens querem mudar de emprego em 5 anos

15 Set 2016 - 13h18
A maior parte dos jovens brasileiros quer mudar de emprego nos próximos cinco anos. Segundo pesquisa realizada pela Mind Miners e pelo CIP (Centro de Inteligência Padrão) com os chamados millennials, jovens nascidos entre 1985 e 1999, 49% dos entrevistados indicam que pretendem trocar de emprego em até dois anos, e outros 21%, entre 2 e 5 anos. Apenas 10% indicaram que jamais deixariam seu trabalho atual.

Dos participantes que planejam mudar de emprego, 51% pretendem seguir pelo ramo do empreendedorismo e negócio próprio. Por outro lado, 39% preferem atuar em empresas de tecnologias e 38% visam grandes corporações.

Essa geração também tem como foco corrigir desigualdades. Segundo a pesquisa, apresentada nesta quarta-feira no Conarec (Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente), em São Paulo, 85% concordam que as empresas são importantes para a sociedade, mas 34% discordam da ideia de que atuam de forma ética, principalmente por acharem que seu único interesse seja maximizar lucros.

Ao mesmo tempo, 64,9% consideram o salário a condição de primeira importância no processo de escolha de empresa, seguido por oportunidade de carreira ( 37,6%).

 

As informações são do

Metro Jornal
GNet

Matérias Relacionadas

Esportes

Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América

Deyverson saiu do banco de reserva e definiu título na prorrogação.
Palmeiras é tricampeão da Copa Libertadores da América
Saúde

Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério

Variante B1.1.529 foi batizada de Omicron
Não há casos da nova variante identificados no Brasil, diz ministério
Esportes

Flamengo e Palmeiras buscam a glória eterna da Libertadores

O jogo coloca frente a frente os dois últimos vencedores da competição (o Rubro-Negro da edição 2019 e o Verdão da edição 2020)
Flamengo e Palmeiras buscam a glória eterna da Libertadores
Saúde

Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países

Variante Ômicron preocupa autoridades sanitárias
Covid-19: ministro anuncia proibição de voos oriundos de seis países
Ver mais de Brasil