Futebol

Joinville supera o Goiás, mas segue na degola

20 Jul 2016 - 15h08
Aproveitando duas falhas da defesa esmeraldina nas bolas aéreas, o Joinville venceu por 2 a 1, com gols de Fabiano Eller e Matheus Bertotto, ambos no primeiro tempo. Daniel Carvalho descontou nos acréscimos, em gol de pênalti. Apesar da vitória, o Joinville segue amargando a zona de rebaixamento. O time chegou aos 17 pontos e igualou a pontuação do Bragantino, porém tem um saldo de gols de pior. O time paulista ainda joga na rodada e pode ultrapassar justamente o Goiás, que estacionou nos 18 pontos, na 16ª posição, e pode entrar no Z4.

O Goiás volta a campo na próxima terça-feira para enfrentar o Luverdense, às 19h15 (de Brasília), no Serra Dourada. O Joinville joga somente no outro sábado, às 16 horas (de Brasília), contra o Oeste, na Arena.

O jogo

Jogando em casa, o Joinville começou melhor na partida e foi premiado com um gol logo aos três minutos. Após falta cobrada da direita, Rafael Donato cabeceou forte e Renan fez boa defesa. No rebote, o mesmo Donato bateu para o meio da área e Fabiano Eller completou para o fundo da rede.

Mesmo depois de abrir o placar, o Joinville continuava mais participativo no jogo e levava muito perigo nas bolas aéreas. Naldo, Fernandinho, Fabiano Eller e Rafael Donato assustaram o goleiro Renan em diversas oportunidades. Aos 24 minutos, Matheus Bertotto ampliou, novamente em bola pelo alto. Após cruzamento da direita, Rafael Donato desviou de cabeça e Bertotto escorou para o gol.

Em desvantagem, o Goiás saiu mais para o jogo depois de sofrer o segundo gol e deu trabalho para Aranha. Aos 26 minutos, o goleiro tricolor se esticou todo para cortar cruzamento. Aos 32, Léo Lima recebeu na entrada da área e bateu colocado rasteiro. Aranha foi buscar. Na sequência, Rossi aproveitou erro de Fabiano Eller e saiu cara a cara com o arqueiro, que fez grande defesa. Aranha ainda evitou o gol em finalização de Carlos Eduardo.

O Goiás voltou para a etapa final ensaiando uma pressão e chegou com perigo duas vezes nos cinco minutos iniciais, com Rossi. Na primeira, Aranha fez a defesa e, na segunda, a finalização saiu pela linha de fundo. O Joinville aproveitou descuido do rival e quase ampliou com Bruno Ribeiro, aos sete minutos.

A partida ganhou em emoção no segundo tempo, com as duas equipes buscando mais o gol. O Goiás teve chances com Wesley Matos e Léo Lima, mas ambas pararam em Aranha. O Joinville voltou a assustar em jogada de Carlos Alberto, interceptada por Renan. Daniel Carvalho, que substituiu Léo Sena, entrou com vontade e era uma das principais armas do ataque Esmeraldino. Em duas ocasiões, o meia finalizou por cima da meta defendida por Aranha.

O Goiás voltou a levar perigo na marca de 23 minutos, em finalização de Marcão defendida por Aranha. O Joinville respondeu aos 27, em chute cruzado de Everton Silva, bem defendido por Renan.

Na sequência, Reginaldo também arriscou, mas mandou para fora. O Goiás chegou ao gol nos acréscimos, em pênalti sofrido por Marcão e convertido por Daniel Carvalho, mas não conseguiu evitar a derrota.  

 

Matérias Relacionadas

Política

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil

Bolsonaro anuncia saída do PSL e criação da Aliança pelo Brasil
Economia

Reforma da Previdência é promulgada pelo Congresso

Economia

Bolsonaro assina medida provisória que extingue o Dpvat

Geral

Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil

O Grupo Malwee, uma das maiores empresas de moda do país, foi reconhecido pela segunda vez, como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil pelo Guia Exame de Sustentabilidade 2019.
Grupo Malwee é reconhecido como uma das empresas mais sustentáveis do Brasil
Ver mais de Brasil