GNet
Inflação

IPCA registra maior taxa de inflação em 12 meses desde 2003

06 Nov 2015 - 18h05

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, o IPCA, fechou outubro em 0,82 por cento. A informação foi divulgada pelo IBGE, nesta sexta-feira. No acumulado de 12 meses, o IPCA atingiu o resultado de 9,93 por cento. Segundo o instituto, essa é a maior taxa acumulada em um ano registrada  desde novembro de 2003, quando chegou a um pouco mais de 11 por cento. Ainda de acordo com o IBGE, a maior influência para a taxa de outubro foi o aumento de mais de seis por cento no preço do combustível: gasolina ficou mais de cinco por cento mais cara e o preços do etanol registraram um aumento de mais de 12 por cento, no mês. Os preços do diesel subiram mais de três por cento. No acumulado dos 12 meses, a principal responsável pela inflação de 9,93 por cento foi a energia elétrica, que registrou, segundo o instituto um aumento expressivo de 52 por cento. No ano, também influenciaram na inflação os aumentos da alimentação, carnes e planos de saúde.

GNet

Matérias Relacionadas

Economia

Câmara aprova valor fixo para cobrança do ICMS para combustíveis

Texto segue para o Senado
Câmara aprova valor fixo para cobrança do ICMS para combustíveis
Saúde

Pandemia derrubou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020

Cerca de 3,7 milhões de atendimentos deixaram de ser feitos
Pandemia derrubou em 35% número de consultas oftalmológicas em 2020
Economia

Mega-Sena sorteia nesta quarta prêmio acumulado em R$ 6,5 milhões

As apostas podem ser feitas até as 19h, no horário de Brasília
Mega-Sena sorteia nesta quarta prêmio acumulado em R$ 6,5 milhões
Geral

Futuro da energia: economizar é fundamental

Ações para redução de consumo vão de consumidores a usinas
Futuro da energia: economizar é fundamental
Ver mais de Brasil