Caraguá
Futebol

Inter vê imagem arranhada e reclama de críticas: "Viramos a Geni"

13 Dez 2016 - 14h02
Antes de ser matematicamente rebaixado, o Internacional passou a ser duramente criticado pela ação no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) que alega irregularidade no registro de Victor Ramos. Também foi condenado pela posição de dirigentes logo após o trágico voo da Chapecoense e viveu dias de imagem arranhada.

O próprio Inter enxerga que foi execrado pela opinião pública e usou uma figura de linguagem para reclamar das críticas pesadas.

"Tudo é uma sucessão de coisas. O Internacional virou praticamente a Geni do futebol brasileiro. Todos falam mal, atiram pedras", disse Fernando Carvalho, vice de futebol do Inter, à Rádio Guaíba antes do jogo contra o Fluminense.

A expressão é em clara alusão à música de Chico Buarque, "Geni e o Zepelim", lançada em 1978. A letra foi tão marcante que nas décadas seguintes deu origem a um bordão para casos em que a opinião pública passou a execrar pessoas ou ideias.

"Vamos ter que superar com nossa história, nossa torcida. O clube sempre foi exemplo em diversas áreas. Esse momento é para reflexo e seguir cada vez mais apaixonado pelo clube, ajudando o clube", declarou Fernando Carvalho.

A demanda no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) pedindo a perda de pontos do Vitória por conta de suposta irregularidade na transferência de Victor Ramos é um dos motivos. O outro foi a postura da diretoria logo após a tragédia com o voo da Chapecoense.

"O Inter tem sido alvo de várias interpretações sobre o que tem feito ou até deixado de fazer", afirmou Vitorio Piffero na sexta-feira, quando da denúncia da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) de documentos falsificados na petição entregue pelo Inter ao STJD.

A nova diretoria já deflagrou processo de reforma em diversas áreas. Todas com a ideia de retomar a imagem do clube perante à opinião pública.

Fonte: UOL.

Matérias Relacionadas

Economia

WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte

Localizada na cidade de Washington a nova fábrica recebeu investimentos de 17 milhões de dólares e será dedicada à produção de transformadores de potência até 10 MV
WEG inaugura quinta fábrica de transformadores na América do Norte
Política

Senado aprova PEC da reforma eleitoral

Texto segue para promulgação
Senado aprova PEC da reforma eleitoral
Saúde

Anvisa recomenda quarentena ao presidente e comitiva brasileira

Ministro Queiroga testou positivo para covid-19 em viagem a Nova York
Economia

Dólar fecha acima de R$ 5,30 após anúncio do Banco Central americano

Bolsa subiu 1,84%, fechando em alta pelo segundo dia seguido
Ver mais de Brasil