Inflação

Inflação do aluguel avança em setembro

29 Set 2016 - 11h45
O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), conhecido como a "inflação do aluguel", porque é usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, acelerou em setembro. De uma alta de 0,15%, o indicador registrou um avanço de 0,2% no mês seguinte. No ano, o IGP-M acumula aumento de 6,46%.

Apesar da aceleração de um mês para o outro, em 12 meses, o índice perdeu força. De 11,49% em agosto, a variação passou para 10,66%, em setembro, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Usado no cálculo do IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que calcula os preços no atacado, subiu 0,18% em setembro, contra 0,04%, em agosto. Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que também entra no cálculo do IGP-M e avalia o comportamento dos preços no varejo, registrou variação de 0,16%, em setembro, ante 0,40%, em agosto.

Com peso menor do que o dos outros subíndices, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,37% em setembro, depois de bater 0,26%, em agosto.

 

As informações são do

Site G1

Matérias Relacionadas

Geral

Catarinense é furtado e perde prêmio da Mega da Virada após bilhete prescrever

Homem teve o bilhete premiado furtado junto com outros pertences
Catarinense é furtado e perde prêmio da Mega da Virada após bilhete prescrever
Economia

Intenção de gasto dos consumidores catarinenses para o Dia dos Pais deste ano cresceu 18,6%

Parte desse aumento pode ser explicado pelos resultados positivos registrados na economia catarinense
Intenção de gasto dos consumidores catarinenses para o Dia dos Pais deste ano cresceu 18,6%
Economia

Com destaque para o setor elétrico e para a WEG, indústria catarinense cresce 6,4% no ano até maio

Aumento da produção industrial reflete alto nível de consumo das famílias, acesso ao crédito e exportações; crescimento no mês foi de 5,8%
Com destaque para o setor elétrico e para a WEG, indústria catarinense cresce 6,4% no ano até maio
Geral

Detran implanta mudanças na consulta pública de veículos para acabar com os golpes virtuais

O sistema vai deixar de ser público e o acesso se dará apenas pelo Detran Digital e com autenticação pelo gov.br.
Detran implanta mudanças na consulta pública de veículos para acabar com os golpes virtuais
Ver mais de Brasil