Queda

Indústria da construção tem tendência de queda

26 Set 2016 - 11h29
O cenário permanece desafiador para a indústria da construção, segundo avaliação da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Dados divulgados  indicam que o nível de atividade está abaixo do usual desde maio de 2012 e, assim como o emprego, continua com tendência de queda. Mas há sinais de que a crise está diminuindo. A redução do nível de atividade e do número de empregados tem sido menor que a observada durante todo o ano de 2015, destaca a CNI.

O indicador de atividade variou dentro da margem de erro e atingiu, em agosto, 41,8 pontos, 0,5 ponto inferior ao registrado em julho. Apesar da queda, o indicador acumula alta de 8,5 pontos no ano, o que indica redução do ritmo de queda da atividade. O indicador de emprego permaneceu praticamente estável em 39,6 pontos, na passagem de julho para agosto e acumula alta de 6,6 pontos no ano.Valores abaixo de 50 indicam queda da atividade e do emprego em relação ao mês anterior.

Redução da ociosidade

O indicador do nível de atividade efetivo-usual [comum ao mês] caiu 1,1 ponto na passagem de julho para agosto e encontra-se 22,3 pontos abaixo da linha divisória de 50 pontos . Ainda assim, não se pode afirmar que o movimento de redução da ociosidade, que começou no segundo trimestre, tenha chegado ao fim, informou a CNI.

A utilização da capacidade de operação (UCO) em agosto atingiu 56%, 1 ponto percentual abaixo da registrada em julho e 10 pontos percentuais inferior à média do mês de agosto dos anos anteriores.

As expectativas dos empresários do setor ainda continuam pessimistas.

 

As informações são da

Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Saúde

Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19

Medicamento será o segundo do tipo a ser testado no Brasil
Anvisa autoriza testes para outra vacina contra covid-19
Geral

Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões

A quina teve 75 apostas vencedoras cada uma receberá R$ 36.939,97
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 33 milhões
Economia

IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho

Resultado aponta estabilidade ante a semana anterior
IBGE mostra 83,5 milhões de ocupados na segunda semana de junho
Geral

Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia

Programa Floresta+ começa com projeto-piloto no Norte do país
Governo destinará R$ 500 milhões para proteger mata nativa da Amazônia
Ver mais de Brasil