Joaçaba Pneus
Reajuste

Governo vai anunciar reajuste médio de 12,5% no Bolsa Família

29 Jun 2016 - 14h43
O presidente em exercício, Michel Temer, vai anunciar em cerimônia no Palácio do Planalto nesta quarta-feira, 29, um reajuste de 12,5% para o Bolsa Família, a partir de julho, confirmou o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS). O aumento é de 3,5 pontos porcentuais a mais do que havia anunciado a presidente Dilma Rousseff em maio. O evento para o anúncio do reajuste foi incluído na agenda do presidente em exercício e acontecerá junto com o anúncio de liberação de recursos para educação básica. Segundo a pasta, ao longo do mês foi feita uma avaliação do Orçamento do ministério e verificou-se a possibilidade do aumento.

Recentemente, Dilma havia dito nas redes sociais que "a primeira coisa" que faria caso retorne ao poder é pagar o reajuste do Bolsa Família e que o "governo provisório tem obsessão por cortar as políticas sociais". Dilma afirmou que "só um grande preconceito" com o programa pode explicar por que o aumento de 9% no benefício médio, que ela anunciou no Dia do Trabalho, não tinha sido concedido.

 

Agência Estado
Premix Concreto

Matérias Relacionadas

Política

Governadores de SC, PR, RS e MS debatem planejamento para os próximos 20 anos

A reunião foi realizada no Palácio Piratini, sede do Governo do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, e também teve a participação dos secretários estaduais da Saúde
Governadores de SC, PR, RS e MS debatem planejamento para os próximos 20 anos
Economia

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial

Novo calendário começa nesta sexta-feira, para nascidos em janeiro
Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial
Saúde

Butantan deve iniciar nesta semana pré-cadastro para teste da ButanVac

Poderão participar dos testes pessoas com idade acima de 18 anos
Butantan deve iniciar nesta semana pré-cadastro para teste da ButanVac
Saúde

G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022

Compromisso consta em documento final da reunião de líderes do grupo
G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022
Ver mais de Brasil