Imobiliária Coralli
Economia

Governadores e equipe econômica federal discutem nesta terça crise financeira

22 Nov 2016 - 11h00
De acordo com o porta-voz do presidente Michel Temer, Alexandre Parola, o Palácio do Planalto busca uma solução conjunta para garantir o equilíbrio fiscal, uma das metas da União neste momento.

O encontro foi agendado em reunião do presidente com secretários do ministério.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou que Temer estuda repassar parte do dinheiro que será devolvido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ao Tesouro Nacional. O banco pretende pagar R$ 100 bilhões à União.

Padilha afirmou, em entrevista à Rádio Gaúcha, que o dinheiro seria uma outra saída para tentar resolver o problema, já que os recursos arrecadados com o processo de repatriação não serão suficientes.

Segundo o Ministério da Fazenda, o montante do BNDES, que seria usado para financiamentos, estava parado no banco, causando custo desnecessário.

Padilha contou que o presidente tenta encontrar uma solução há algumas semanas.

E Temer quer que os gestores estaduais se comprometam a ajustar as contas públicas de acordo com o que será determinado para cada um e, assim, a União vai liberar recursos progressivamente. As informações são da Agência Brasil

Matérias Relacionadas

Esportes

Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense

Empate mantém a equipe do Tubarão na liderança do Grupo C, enquanto o Jaraguá sobe para o quinto lugar.
Jaraguá e Tubarão empatam no clássico catarinense
Educação

Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos

Serão entregues 197 milhões de livros em municípios de todo o país
Correios e MEC preparam a entrega de 197 milhões de livros didáticos
Geral

Huawei avança em energia solar no Brasil e mira em baterias

A empresa é alvo de polêmicas relacionadas à tecnologia 5G
Huawei avança em energia solar no Brasil e mira em baterias
Economia

IBGE: número de desempregados chega a 13,5 milhões em setembro

Aumento foi de 4,3% no mês e de 33,1% desde maio, mostra pesquisa
IBGE: número de desempregados chega a 13,5 milhões em setembro
Ver mais de Brasil